Natural de São Fidélis, cantor Parrerito, do Trio Parada Dura, morre vítima da Covid-19

Parrerito entrou para o Trio Parada Dura no lugar do irmão Barrerito, também fidelense, que sofreu um acidente aéreo na década de 80, ficou paraplégico e decidiu seguir carreira solo. Parrerito iniciou a carreira em Minas Gerais, estado onde morava
Fotos: Reprodução/ Trio Parada Dura

Morreu na noite deste domingo (13/09) em Belo Horizonte aos 67 anos, o cantor Eduardo Borges, mais conhecido como Parrerito, que era natural de São Fidélis, no Norte Fluminense. De acordo com a assessoria do Trio Parada Dura, do qual ele era a voz principal, ele morreu por volta das 22h após complicações causadas pela Covid-19. “Parrerito foi internado há 16 dias no Hospital Unimed, em Belo Horizonte (MG), com sintomas do novo coronavírus e, por ser do grupo de risco pela idade e diabético, precisou ser mantido na UTI em estado grave. Batalhou muito, mas infelizmente não resistiu às complicações da doença” – diz a nota publicada em uma rede social. (continua após a publicidade)

Parrerito entrou para o Trio Parada Dura no lugar do irmão Barrerito, também fidelense, que sofreu um acidente aéreo na década de 80, ficou paraplégico e decidiu seguir carreira solo. Apesar de ter nascido na “Cidade Poema” Parrerito começou a carreira em Minas Gerais, estado onde morava. “Igual a andorinha, Parrerito parte voando e deixa um Brasil inteiro já com saudade de sua voz que por quase quatro décadas marcou gerações no Trio Parada Dura. Ficará para sempre em nossos corações e na memória da música sertaneja. Parrerito deixa mulher, filhas e netas que eram sua grande paixão. Vai com Deus, Parrerito! Sentiremos muito sua falta” – publicou o Trio Parada Dura.

VEJA MAIS

VEJA MAIS