Mulher é agredida e sofre tentativa de estupro em Friburgo; suspeito é levado à delegacia

Vítima disse que caminhava por uma rua quando se deparou com o acusado que deixou subentendido que estava armado, abrindo a porta de um carro e ordenando que a mesma entrasse no veículo. O homem teria tentado por várias vezes forçar o ato sexual enquanto a agredia com socos e mordidas

A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, instaurou um inquérito policial para investigar uma tentativa de estupro que teria ocorrido no último dia 18 de janeiro na cidade. O suspeito, de 26 anos, foi detido por policiais militares do setor Alfa II e levado para a DEAM da cidade. De acordo com o 11º Batalhão de Polícia Militar, policiais foram até a UPA da cidade para atender uma ocorrência de tentativa de estupro. A vítima, de 39 anos, relatou que caminhava pela Rua General Argolo, no centro da cidade, trajeto que realizava todos os dias para chegar ao trabalho, quando se deparou com o acusado, que estava dentro de um veículo e deixou subentendido que encontrava-se armado.

Ainda segundo a polícia, a vítima disse ainda que o homem abriu a porta do veículo e teria ordenando que a mesma entrasse no carro. O homem dirigiu seu veículo até a Avenida N. Srª do Amparo, em Conselheiro Paulino, onde por diversas vezes tentou forçar o ato sexual enquanto agredia a vítima com socos e mordidas. Ainda de acordo com a PM, a mulher relatou também que conseguiu fugir após uma pane do veículo do acusado, momento este em que a mesma teria corrido e pedido socorro aos funcionários da UPA.

Com as características do veículo e do suspeito, policiais fizeram diversas rondas no local indicado pela vítima, porém, o agressor não foi encontrado. Após atendimento médico, estando a vítima em melhores condições, juntamente com a mesma os policiais continuaram a fazer rondas, sendo desta vez localizado o veículo e seu proprietário, que informou aos agentes ter emprestado o carro a um amigo, algumas horas mais cedo.

O proprietário do carro levou os militares até o amigo que estava com o carro mais cedo. Os PMs foram recebidos pela esposa do suspeito, que ao tomar ciência das acusações, indicou o local onde o marido estava. O suspeito foi reconhecido pela vítima. O homem foi levado para a DEAM de Friburgo, onde foi ouvido e liberado por não haver indícios suficientes de autoria para justificar uma prisão em flagrante. Um inquérito policial foi instaurado e o caso segue sendo investigado.

VEJA MAIS

VEJA MAIS