Meteorologista explica fenômenos ocorridos na região nos últimos dias

1pixelNa tarde do último domingo (4) e tarde desta segunda (5) fenômenos meteorológicos assustaram moradores de Itaocara e Cambiasca, distrito de São Fidélis. Em Itaocara, uma grande nuvem com aspecto de funil, tomou conta do céu da cidade, acompanhada de trovoadas, rajadas de vento e raios. Uma nuvem similar também se formou em Cambiasca, mas em menor dimensão.

De acordo com o meteorologista e professor da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), Gabriel Costa, o fenômeno que deixou os itaocarenses intrigados é classificado como uma shelf cloud, uma ‘nuvem prateleira’: “ – As shelf clouds formam-se quando o ar mais quente eleva-se acima de uma camada de ar mais frio. Durante este processo, o ar aquecido condensa rapidamente, gerando o aspecto característico da nuvem que você vê nas imagens” – explicou.

Após a formação da nuvem, a cidade registrou estragos causados por um temporal. O meteorologista afirma que este processo geralmente é acompanhado por ventos

Fotos: Leitores via WhatsApp
Fotos: Leitores via WhatsApp

fortes e chuvas intensas, assim como granizo e até tornados. “Tornado é um sistema meteorológico que pode acontecer em situações atmosféricas que favorecem a formação de uma shelf cloud. Digamos que um tornado poderia ser consequência da shelf cloud”. O tornado é uma coluna de ar que gira violentamente em direção ao solo e chega a tocá-lo, o que não aconteceu na cidade.

Já sobre a nuvem formada em Cambiasca, ele esclarece: “Para ser classificado como shelf cloud, a nuvem precisa ter um definido formato de “parede horizontal”, identificado no vídeo,  na foto não está muito bem definido, é uma nuvem de tempestade que até pode se transformar em shelf cloud”. De acordo com o profissional, a shelf cloud não é tão comum no Sudeste.

VEJA MAIS

VEJA MAIS