Mês do padroeiro: Igreja Matriz será elevada à categoria de Santuário de São Fidélis de Sigmaringa

Este ano completam-se 400 anos do martírio de São Fidélis, 213 anos de construção da Igreja Matriz e 240 anos de realização da tradicional festa do padroeiro. São Fidélis também vai celebrar 172 anos de elevação à categoria de vila

Enfim chegou abril, mês muito esperado por fidelenses e por moradores de região, ainda mais depois de dois anos sem festividades. Chegou o tão aguardado mês do padroeiro da “cidade poema”. É mês de celebração, ou melhor, de várias celebrações. Este ano completam-se 400 anos do martírio de São Fidélis, importante data para os fiéis. Os fidelenses vão celebrar 213 anos de construção da Igreja Matriz e 240 anos de realização da tradicional festa do padroeiro, uma das mais antigas e tradicionais do interior do estado. São Fidélis também vai celebrar 172 anos de elevação à categoria de vila.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Segundo o padre Maxwell Santos de Almeida, que era pároco da Igreja Matriz de São Fidélis, a paróquia será elevada a santuário pelo Bispo Dom Roberto Francisco Ferrería Paz no dia 24 de abril por ser a única em honra ao santo no Brasil. “Quando falamos em Santuário, pensamos logo no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, onde vão diversas romarias, diversas pessoas fazerem suas promessas, seus pedidos a Deus, pela intercessão de Nossa Senhora e também vão agradecer as graças alcançadas. Assim é o que vai acontecer com a Igreja Matriz. Seremos elevados à condição de Santuário devido no período da festa recebermos muitos peregrinos, muitos fidelenses ausentes, muitas pessoas que vêm para participar do novenário, dos festejos do santo padroeiro” – destacou o padre.

continua após as imagens

A Igreja Matriz de São Fidélis foi tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) em 2002, fazendo parte do chamado “Conjunto Histórico de São Fidélis”, que engloba ainda a Ponte Metálica e o Solar do Barão de Vila Flor, onde funciona a biblioteca e o museu da cidade. Sua construção iniciou-se em 1799, orientada pelos monges construtores, frei Victório de Cambiasca, frei Ângelo de Lucca e frei Thomaz Civitta de Castella, e aberta ao culto em 1809.

Por ocasião de datas tão importantes, a Diocese de Campos dos Goytacazes agraciou a Paróquia com a elevação à Santuário Diocesano. No dia 19 de abril a cidade vai celebrar os 172 anos de elevação à categoria de vila. No dia 23, um dia antes da festa do padroeiro, a cidade comemorará os 213 anos de construção da Igreja Matriz de São Fidélis. O templo possui estilo arquitetônico eclético e conta com traços barrocos, neoclássicos e românticos.

A festa de São Fidélis sempre foi um marco importante no calendário de eventos do interior do estado. Realizada pela primeira vez em 1782, a celebração completará neste abril 240 anos de realização. Os freis Ângelo de Lucca e Victório de Cambiasca celebraram a primeira festa em honra a São Fidélis já no ano seguinte à fundação do aldeamento. Sendo assim, a festa de São Fidélis é a festa religiosa mais antiga da região.

São Fidélis nasceu na cidade de Sigmaringa, na Alemanha, em 1577. Conhecido como advogado dos pobres, o então Frei Fidélis foi um capuchinho que dedicou sua vida a propagação do Evangelho de Jesus. Por conta desta postura, foi perseguido e morto, aos 45 anos, por calvinistas logo depois de celebrar sua última missa, em 24 de abril de 1622. A Igreja Católica em São Fidélis celebra o martírio de seu padroeiro, considerando-o exemplo de vida, devoção e coragem, “rogando a Deus que nos fortaleça na fé para que possamos seguir os passos de uma vida dedicada ao próximo e ao Senhor”.

Com informações do SF Notícias e da Diocese de Campos

VEJA MAIS

VEJA MAIS