quinta-feira , 22 outubro 2020

Mais uma vítima: paca fêmea morre ao ser atropelada na RJ-116 Há seis dias, um tamanduá-mirim foi encontrado morto após ter sido atropelado na mesma rodovia

Há seis dias, um tamanduá-mirim foi encontrado morto após ter sido atropelado na mesma rodovia

Fotos: Divulgação

Mais um animal silvestre morreu atropelado na RJ-116, em Cachoeiras de Macacu. O biólogo e presidente da ONG SOS Vida Silvestre, Francis Leandro, relatou que o animal foi encontrado morto na rodovia na altura do quilômetro 53. “Uma paca, fêmea, com filhote. É um animal muito impactado pela caça; para a natureza é uma baixa imensurável por ser um animal grande dispersor de sementes. Ela ajuda a reflorestar e também faz parte da dieta alimentar das onças pardas’ – afirmou, explicado o impacto que a morte causa do meio ambiente. O biólogo gravou um vídeo no local em que a paca foi encontrada morta, e nele é possível observar que alguns veículos transitam em grande velocidade. (continua após o vídeo)

Na última terça (06) um tamanduá-mirim foi encontrado morto, após ter sido atropelado na altura do KM 19 na mesma rodovia (reveja AQUI). O presidente da ONG voltou a reforçar o pedido para que os motoristas tenham atenção ao trafegar pela rodovia. Os animais encontrados mortos na rodovia são recolhidos e levados para a sede da ONG, que juntamente com a concessionária Rota 116, desenvolve um trabalho de monitoramento e prevenção a acidentes com animais na rodovia, além do resgate de fauna e educação ambiental.

 

Mais do SFn