Mãe de um dos alvos da megaoperação contra o tráfico, em Itaocara, também é presa

Mandado de prisão foi expedido pela Justiça na noite desta segunda e cumprido pela Polícia Civil na manhã desta terça

Imagens: Polícia Civil

No último dia 10 moradores de Itaocara, no Noroeste Fluminense, acordaram com uma grande movimentação da Polícia Civil, que deflagrava a maior operação contra o tráfico de drogas já realizada no município. Coordenados pelo delegado Dr. Rodrigo Maia, os policiais saíram às ruas para cumprir mais de 70 mandados de prisão e de busca e apreensão contra pessoas ligadas ao tráfico de drogas em Itaocara. Os mandados foram cumpridos em Aperibé, Campos e Itaocara. Naquele dia, 29 pessoas foram presas.

continua após o vídeo

As investigações contra os presos na operação prosseguem e novos mandados podem ser cumpridos a qualquer hora. Nesta terça-feira (16/03), por exemplo, a mãe de um dos homens presos no dia 10 também acabou presa. O mandado de prisão preventiva por tráfico de drogas e associação para o tráfico foi expedido pela Justiça na noite desta segunda, e cumprido na manhã de hoje. A mulher, de 47 anos, foi levada para a delegacia de Itaocara e será transferida para o presídio feminino de Campos.

A operação, que foi realizada em conjunto com o Ministério Público, contou com 40 viaturas com policiais civis de várias delegacias da região, além do apoio do Grupo de Apoio aos Promotores de Justiça do Ministério Público (GAP/MPRJ), de policiais militares e de agentes das Guardas Municipais de Campos, Carapebus e Casimiro de Abreu, que usaram cães farejadores. Segundo o promotor de Justiça Marcos Davidovich, “a operação foi um sucesso, pautada num trabalho de inteligência. Somente assim, com a integração das forças de segurança, conseguiremos combater o crime”, disse o promotor.

VEJA MAIS

VEJA MAIS