quinta-feira , 22 outubro 2020

Internados em estado grave, moradores de Macuco morrem com Covid-19; número de mortes sobe para 4  De acordo com o boletim da prefeitura, dos 120 casos já confirmados no município, 105 já se recuperaram

De acordo com o boletim da prefeitura, dos 120 casos já confirmados no município, 105 já se recuperaram

Fotos: Reprodução

A Secretaria de Saúde de Macuco, na Região Serrana do Rio, confirmou mais duas mortes de pacientes diagnosticados com Covid-19. Segundo nota divulgada pela prefeitura neste domingo (04/10), as duas vítimas estavam internadas em estado grave no CTI. Os pacientes não resistiram e perderam suas vidas lutando contra uma doença grave e que é desprezada por muitos. A Prefeitura de Macuco publicou uma nota lamentando as mortes. “As palavras nesse momento se tornam tão vagas e só basta pedir a Deus conforto para toda família e amigos para enfrentar esse momento tão difícil. Deixamos nossas condolências e solidariedade aos familiares pelas irreparáveis perdas. Nesse momento de tristeza, solicitamos novamente a população que mantenham o isolamento social e só saíam de casa se for extremamente necessário, utilizando máscaras e todas as medidas de segurança”, diz a publicação. (continua após a publicidade)

Imagem: João Pedro Calvelli

Com as mortes confirmadas neste domingo, o número de mortes de pacientes diagnosticados com coronavírus no município subiu para 4. De acordo com o boletim deste domingo, dos 120 casos já confirmados até hoje, 105 pessoas já se recuperaram. No momento há 11 pessoas em isolamento domiciliar aguardando testagem. Outras duas pessoas que já foram testadas também estão em isolamento aguardando resultados dos exames do laboratório de referência do estado. A publicação feita pela prefeitura lamentando as mortes também alerta aos moradores de que a pandemia não acabou. “A Gestão Municipal e os Profissionais de Saúde estão trabalhando incansavelmente para realizar todas as ações de controle e tratamento dos contaminados, mas nada será suficiente sem a colaboração da população. A procura no Centro de Triagem de pacientes com sintomas da doença começou a diminuir, porém a pandemia não acabou. Contamos com a ajuda de todos”, completou a prefeitura.

Mais do SFn