Pai da adolescente desmentiu mensagens que circulam nas redes sociais

Internada com doença rara, adolescente fidelense melhora, mas ainda precisa de doações de sangue

Permanece internada no Hospital Armando Vidal a adolescente Júlia de Souza Campos, de 14 anos. A menina tem uma doença rara chamada Púrpura Trombocitopênica, um distúrbio autoimune caracterizado pela destruição das plaquetas, células produzidas na medula óssea e ligadas ao processo de coagulação inicial do sangue.

De acordo com a família, a situação clínica da adolescente melhorou. Ela recebeu alta da UTI e foi para a enfermaria. Mesmo com a melhora, a adolescente ainda precisa de doações de sangue. Júlia passou mal nesta sexta (29) quando estava no colégio e foi levada ao Hospital Armando Vidal. Lá, foi constatado que o número de plaquetas está muito baixo.

Mentira nas redes sociais > A família desmentiu uma mensagem que foi postagem no Facebook e também circula em grupos de WhatsApp. A mensagem diz que a adolescente teve uma piora e que precisa de doações com muita urgência.

Mais do SFn