Inepac diz que recomendou paralisação da obra da Ponte Metálica, mas que ela não foi embargada; nova vistoria será feita

Segundo o órgão, uma nova vistoria será feita nesta sexta-feira (22)
Foto: reprodução das redes sociais

Através de nota enviada ao SF Notícias nesta quinta-feira (21/05), o Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) informou que irá fazer uma nova vistoria na obra de restauração da Ponte Metálica de São Fidélis nesta sexta-feira (22). Segundo a nota do órgão, na última visita, foi recomendada a paralisação do serviço, e não foi feito o embargo da obra (veja a nota abaixo). Desde o dia 20 de abril, após uma reportagem feita pela TV Norte Fluminense mostrando a situação da estrutura da ponte, circulam nas redes sociais cópias do relatório de uma vistoria feita por um arquiteto do Inepac entre os dias 21 e 22 de novembro do ano passado. O relatório, assinado pelo arquiteto Roberto da Luz Gomes, diz que foram constatados a falta de manutenção e tratamento adequado em vários elementos significativos da estrutura da ponte, que naquele momento, segundo o arquiteto, apresentavam evidências cabíveis para paralisação imediata das obras. O relatório daquela vistoria diz ainda que as obras em andamento estavam em desacordo com a proposta apresentada em 2015, quando o órgão emitiu parecer favorável ao retorno. O relatório cita ainda um projeto de revitalização da margem do rio, o chamado “Projeto de Revitalização da Orla do Rio Paraíba do Sul”, que ficou pelo caminho, e fala sobre as péssimas condições da estrutura da rampa que dá acesso ao terreno que fica na margem do rio. O projeto de revitalização dessa área teve parecer favorável do órgão na gestão municipal de 2015, mas ele não aconteceu. (continua após a publicidade)

Foto: reprodução das redes sociais

Sobre a Ponte Metálica, o relatório recomenda a prefeitura a realização de uma inspeção criteriosa nos intervalos entre os “pegões de alvenaria de pedra” em toda extensão da ponte, ou seja, em toda parte debaixo da ponte, “com vistas a evitar ocorrências inesperadas e garantir a integridade física do bem tombado e dos usuários da ponte”, diz o relatório, que também cita várias fissuras na parte debaixo das passarelas, que “deverão ser investigadas e devidamente tratadas”. Na vistoria o arquiteto também diz que pedaços das vigas metálicas, que fazem parte da composição estrutural da ponte, apresentam estado de deterioração avançado. Com relação à pintura, o relatório diz que ela estava sendo executada sem nenhuma metodologia ou tratamento adequado dos elementos metálicos, que fazem parte da composição estrutural da ponte, e que a pintura contraria o exposto no projeto apresentado. O relatório diz ainda que deveriam ser levantados todos os problemas e registrados no projeto executivo para revalidação, a ser apresentado para análise. Diz também que os problemas deverão ser solucionados com metodologias adequadas que deverão ser aprovadas pelo instituto. O relatório também diz que a prefeitura chegou a ser notificada sobre a recomendação de paralisação das obras. (continua após a publicidade)

Foto: Caio Fotografias
Foto: Caio Fotografias

Após a reportagem feita em abril, o SF Notícias vem tentando uma entrevista ou um posicionamento do órgão, que nos respondeu apenas nesta sexta-feira. A nota diz que “o Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) informa que vai fazer uma nova vistoria na obra de restauração da ponte metálica de São Fidélis nesta sexta-feira (22). Na última visita, o órgão recomendou a paralisação do serviço, por identificar irregularidades. Porém, vale ressaltar, que a obra não foi embargada, o que necessitaria de uma decisão judicial, o que não é o caso. Sendo um órgão de fiscalização, o Inepac realiza visitas de forma a assegurar que os proprietários e gestores da sua conservação possam contar com as orientações do corpo técnico do instituto que tem como objetivo sempre assegurar as melhores condições do bem tombado, apontando possíveis problemas de manutenção e dos serviços que estão sendo realizados”, diz a nota do órgão. Construída em 1889, a ponte Walter Velasco, a chamada Ponte Metálica ou a ‘ponte de um carro só’, foi fechada pela primeira vez para obras em 2011 com promessa de ser entregue em dezembro daquele ano, mas a ponte só foi reaberta no dia 18 de abril de 2014, com as obras inacabadas. Já na atual gestão, a ponte voltou a ser fechada em agosto de 2019 e segue fechada. Em uma última atualização sobre a obra, fotos mostram que funcionários estão finalizando a pintura da parte superior do piso.

VEJA MAIS

VEJA MAIS