Inea aprova revisão do Plano de Manejo do Desengano, reduzindo Zona de Amortecimento em São Fidélis

A zona de amortecimento do Parque Estadual do Desengano incluía a zona urbana da cidade, e com isso, muitas pessoas vinham enfrentando dificuldades nas solicitações de instalação de energia elétrica, por exemplo
Fotos: Divulgação/ SF Notícias

Em sua 548ª Reunião Ordinária de Assuntos Gerais, realizada nesta quarta-feira (29/09), o Conselho Diretor do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) deliberou a proposta de Resolução para aprovar a revisão do Plano de Manejo do Parque Estadual do Desengano. Conforme considerações da equipe técnica da Diretoria de Biodiversidade, Áreas Protegidas e Ecossistemas (DIBAPE) o Conselho Diretor aprovou a proposta de resolução, que deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado, com seus anexos disponibilizados no site do Instituto. A revisão do Plano de Manejo contempla um anseio da população fidelense que é a revisão da Zona de Amortecimento do Parque Estadual do Desengano. Com essa revisão houve uma drástica e significativa redução na Zona de Amortecimento do parque, que antes cortava o Centro da cidade e dificultava, por exemplo, em novas instalações de energia elétrica. Com a aprovação, a zona de amortecimento do Parque passará a cortar a partir do Rio do Colégio.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

A Zona de Amortecimento (ZA) é o “entorno de uma unidade de conservação, onde as atividades humanas estão sujeitas às normas e restrições específicas, com o propósito de minimizar os impactos negativos sobre a unidade”. A partir da ZA do Plano de Manejo do PED de 2005 foi construída a nova proposta, tendo como base as contribuições recebidas na Oficina Participativa de Plano de Manejo (OPE). Durante a realização da OPE, não houve consenso entre os participantes em relação à proposta de traçado apresentada pela Equipe de Planejamento. Nas áreas da ZA propostas para os municípios de São Fidélis e Campos dos Goytacazes o dissenso estava centrado em um refinamento do traçado e na exclusão e/ou inclusão de apenas algumas áreas, o que foi de fácil solução durante a oficina. Foram inclusive agendadas reuniões com a câmara de vereadores de São Fidélis e de Campos dos Goytacazes. A área total da zona de amortecimento (ZA) em São Fidélis passa a ser de 17.87,2 ha.

O gestor da subsede do Parque Estadual do Desengano em São Fidélis, José Guilherme, esteve presente nesta quarta no INEA para acompanhar a deliberação. Ao SF Notícias ele destacou que é uma importantíssima notícia para nossa cidade. “Essa revisão do Plano de Manejo era muito esperada por todos nós e graças ao esforço de toda equipe da Diretoria de Biodiversidade, Áreas protegidas e Ecossistemas do Inea foi possível sua aprovação. Quero aqui agradecer ao Secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha, que não mediu esforços para ajudar nosso município nessa demanda. Foi um pedido nosso ao Secretário quando ele teve aqui na inauguração da Subsede, dar prioridade nessa questão. Com a redução da Zona de Amortecimento muitas pessoas que vinham enfrentando dificuldades nas solicitações de ligação de luz com a Enel, a partir de agora não terão mais esse problema.” – informou.

VEJA MAIS

VEJA MAIS