Hora de salvar vidas: Hemocentro está em busca de doadores antes do início do carnaval

Unidade tem recebido uma média de 20 doadores/dia, quando a média deveria ser de 70. O Hemocentro funciona diariamente
Fotos: Divulgação

A equipe do Hemocentro Regional de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, está preocupada com a baixa no estoque de sangue da unidade, que tem recebido uma média de 20 doadores/dia, quando deveria ser de 70. Com a chegada do feriado prolongado do carnaval, muitas pessoas viajam e isso pode provocar uma redução drástica na captação de sangue. Por outro lado, as estradas ficam mais movimentadas, aumentando assim o risco de acidentes. A assistente social da unidade, Maria Gonçalves, relata que há redução nas doações nesse período. “Historicamente registramos uma redução em períodos assim. Pedimos que as pessoas compareçam em nossa unidade para doar porque o estoque está muito baixo. Tanto que só estamos liberando sangue para cirurgias de emergência”, disse.

Ainda de acordo com a assistente social, o hemocentro regional vem buscando intensificar as ações para captação de doadores. “Nesta terça-feira (9) estaremos mais uma vez no estacionamento Santa Casa de Misericórdia de Campos com nossa coleta externa. O atendimento será das 8h às 15h, com todos os cuidados redobrados, de acordo com os protocolos contra a transmissão do novo coronavírus”, informou. O Hemocentro funciona todos os dias, das 7 às 18h, inclusive aos sábados, domingos e feriados. Para doar é preciso levar um documento original de identidade com foto, pesar mais de 50 kg, ter entre 16 e 67 anos, não estar em jejum e não ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas três horas. Doadores menores de idade devem preencher formulário próprio fornecido pelo Hemocentro, com o consentimento formal do responsável legal para cada doação, e com cópia da identidade oficial do responsável anexada. Candidatos com idade superior a 60 anos só poderão doar se realizaram doações de sangue anteriormente.

VEJA MAIS

VEJA MAIS