terça-feira , 27 outubro 2020

Há mais de 21 dias, Macuco e São Sebastião do Alto seguem sem registrar novos casos de Covid-19 Somando os dois municípios, que são vizinhos, foram registrados apenas 14 casos de Covid-19. Desse total, 12 pessoas já estão recuperadas e uma morreu

Somando os dois municípios, que são vizinhos, foram registrados apenas 14 casos de Covid-19. Desse total, 12 pessoas já estão recuperadas e uma morreu

Foto: Arquivo

Dois municípios da Região Serrana do Rio estão há mais de 21 dias sem registrar novos casos do novo coronavírus. Macuco e São Sebastião do Alto, que são vizinhos, também não possuem casos considerados suspeitos. Somando os dois municípios, foram registrados apenas 14 casos de Covid-19. Desse total, 12 pessoas já estão recuperadas e uma morreu. Em São Sebastião do Alto, por exemplo, o último caso de Covid-19 registrado foi no dia 22 de maio. Já Macuco, não registra novos casos desde o dia 21 de maio. Segundo o último boletim informativo da Covid-19 divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde e Higiene de São Sebastião do Alto, no dia 2 desse mês, o município contabilizava 10 casos confirmados, sendo que nove moradores já se recuperaram da doença e um paciente, que residia no distrito de Ibipeba, morreu. São Sebastião do Alto foi um dos primeiros municípios do estado a reabrir totalmente o comércio em abril. O município conta com um Centro de Triagem que atende casos gripais e suspeitas de coronavírus, com médicos, enfermeiros, pessoal de apoio e técnicos capacitados. O primeiro caso de Covid-19 de São Sebastião do Alto foi registrado no dia 24 de abril.

Já em Macuco, desde o dia primeiro de junho o município não registra casos suspeitos de Covid-19, e dos quatro casos confirmados, três moradores já estão recuperados. No final de abril o município adotou as barreiras sanitárias e bloqueou alguns acessos para evitar que pessoas de outras cidades entrassem no município por vias alternativas. Na rodoviária, passageiros que chegam à cidade são abordados para que sejam identificados os que apresentam algum sintoma da doença. Os passageiros também passam por uma medição da temperatura. Algumas ruas do município também foram bloqueadas, já que moradores de cidades vizinhas estavam burlando o sistema implantado nas entradas da cidade.

Mais do SFn