segunda-feira , 26 outubro 2020

Gás de cozinha vai ficar mais caro em setembro

Caminhão de gás apreendido em SF foto Vinnicius Cremonez 4
Foto: Vinnicius Cremonez / Arquivo

Os brasileiros terão mais uma despesa pela frente. Quem paga hoje em torno de R$ 50 reais em um botijão de gás de cozinha, vai precisar desembolsar mais um pouco pelo gás.

Segundo o Sindicato dos Revendedores de Gás do Estado do Rio de Janeiro(SIRGASERJ), o aumento se deve a inflação, e os revendedores acabam passando o “prejuízo” para o consumidor. O reajuste vai variar de 6,25% a 12% a partir da próxima segunda-feira.

O reajuste é anual e começa a valer sempre no dia 1º de setembro para bancar o aumento salarial dos trabalhadores das revendas de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) e despesas com fretes, pedágio e impostos, que influenciam diretamente no aumento do preço. No Rio de Janeiro, o reajuste já vem sendo aplicado pelas revendedoras desde início de agosto.

Mais do SFn