Fidelense Fábio Stellet vai integrar comitê da Frente Nacional de Enfrentamento à Desinformação do TSE

Fábio é chefe do Cartório Eleitoral de São Fidélis, onde trabalha há 25 anos. No ano passado ele foi condecorado com a Medalha do Mérito Eleitoral, que é concedida a pessoas que se destacaram pelo relevante serviço prestado à Justiça Eleitoral ou à cultura jurídica

Os servidores Fábio Stellet, da 35ª Zona Eleitoral de São Fidélis, e Fabiana Ramos, da 201ª ZE de Nilópolis, vão representar os cartórios eleitorais fluminenses na coordenação regional da Frente Nacional de Enfrentamento à Desinformação (Frente), grupo de trabalho instituído pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em março deste ano. A Frente reúne autoridades, servidoras(es) e colaboradoras(es) voluntárias(os) no enfrentamento institucional à desinformação.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Os colegas do TRE-RJ irão atuar na linha de frente desses esforços, compartilhando conteúdos em mídias sociais e aplicativos de mensagem privada, e propondo ações diversas, como parcerias com entidades (forças policiais, organizações religiosas, grupos de pesquisa etc), formadoras(es) de opinião (jornalistas, professoras(es), lideranças políticas e influenciadoras(es) digitais), além dos meios de comunicação social regionais, como emissoras de rádio e TV, jornais escritos, blogs, entre outros.

“A lisura do processo eleitoral tem que chegar ao conhecimento de todos os segmentos da sociedade. O combate a fake news é uma responsabilidade de todas e todos, especialmente de nós que trabalhamos na Justiça Eleitoral. Temos que defender nossa instituição, que representa a defesa da democracia”, afirma Fabiana Ramos, que será a coordenadora regional titular.

“Em cidades de pequeno e médio portes, o trabalho de gente como a gente, em espaços públicos que frequentamos, como reunião de pais e alunos e igreja, pode ter mais efetividade que matérias veiculadas em noticiários de TV. Pretendo levar palestras a escolas, os adolescentes são importantes formadores de opinião dentro do lar”, destaca Fábio Stellet, que será o coordenador regional substituto.

VEJA MAIS

VEJA MAIS