quinta-feira , 29 outubro 2020

Febre amarela não foi causa da morte de macaco em Campos Primata foi encontrado morto em Conceição do Imbé; CCZ ainda aguarda resultado do exame de outro macaco

Primata foi encontrado morto em Conceição do Imbé; CCZ ainda aguarda resultado do exame de outro macaco

Fotos: SF Notícias

A diretora de Vigilância em Saúde de Campos, Andréya Moreira, informou que o resultado dos exames do primata encontrado morto em Conceição do Imbé, no início do mês deu negativo para a febre amarela.

Foram enviados para análise o material dos cinco macacos encontrados mortos na cidade, mas três foram considerados impróprios, devido ao avançado estado de decomposição dos animais. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Campos ainda aguarda o resultado do quinto animal.

Primatas encontrados mortos na Região Serrana

Além dos primatas encontrados em Campos, outros três animais foram encontrados nos municípios de São Sebastião do Alto e Santa Maria Madalena.

Em São Sebastião, os dois macacos estavam em uma estrada próxima à localidade de Santa Alda, em uma área de mata que fica a dois quilômetros do centro do município. O oitavo macaco foi encontrado em Santa Maria Madalena, município que é detentor da maior parte do Parque Estadual do Desengano.

Primeira morte por suspeita da doença no RJ 

A Prefeitura de Casimiro de Abreu confirmou no último sábado (11) a morte de um homem por suspeita de febre amarela. Watila Santos, de 38 anos, morava na região rural da cidade. Ele deu entrada no Hospital Municipal Ângela Maria Simões Menezes na sexta (10) com dores de cabeça, febre e dor no corpo, além da pele amarelada.

Antes de morrer, Watila sofreu duas paradas cardiorrespiratórias. Os sintomas se comparam a febre amarela e também à leptospirose. Um exame de sangue foi realizado e enviado ao Laboratório Centro Noel Nutels, no Rio. A previsão é de que o resultado fique pronto em até dez dias.

Mais do SFn