Família descobre durante velório que corpo de idoso, que morreu por problemas cardíacos, foi trocado por vítima da Covid-19

Caso aconteceu em Conceição de Macabu e o corpo foi velado em caixão aberto. "O corpo errado, inclusive, estava com roupas que mandamos pra colocar no meu avô. O caixão dele também foi usado" - disse o neto do idoso

Uma família de Conceição de Macabu, descobriu durante o velório que o corpo que estava no caixão não era do parente, o senhor Olavo Santos, de 76 anos. O idoso faleceu em decorrência de um problema cardíaco, no Hospital Municipal Ana Moreira, mas no velório a família percebeu que o corpo não era dele. Posteriormente, eles descobriram que se tratava do corpo de um paciente, que faleceu em decorrência da Covid-19. Nas redes sociais o neto de Olavo falou sobre o ocorrido. Segundo ele, por cerca de 30 minutos foi velado o corpo que não era do parente.

“Era parecido, mas notamos através de alguns traços que não se tratava do meu avô. Solicitei que vissem uma cicatriz, ao qual o corpo não tinha, o que reforçou ainda mais nossa dúvida. Imediatamente procurei o hospital e o corpo do meu avô ainda estava lá!” – publicou o jornalista Luan Santos. “O mais chocante de tudo é que o corpo que velamos no lugar dele estava contaminado por Covid-19. Ressalto que velamos um corpo sem estar lacrado, sem nenhum cuidado como acontecem nos casos de COVID. Um velório normal. O corpo errado, inclusive, estava com roupas que mandamos pra colocar no meu avô. O caixão dele também foi usado. Como podem trocar um corpo?” – questionou o neto do idoso nas redes sociais.

Em nota enviada à CNN Brasil, a prefeitura lamentou o fato ocorrido. “A Prefeitura de Conceição de Macabu lastima o fato ocorrido. Reconhece o esforço dos profissionais da Saúde que vem adoecendo mentalmente ao longo da luta incansável por vidas. Informa que os fatos serão apurados por meio de abertura de sindicância interna, para que seja esclarecido de forma imparcial e transparente. Informa ainda que todos os familiares e amigos que tiveram contato com o corpo positivado com Covid estão sendo monitorados pela vigilância epidemiológica. Por fim, se solidariza as famílias dos 46 macabuenses que vieram a óbito por Covid-19 desde o início da Pandemia e reforça o compromisso da atual gestão em cuidar de pessoas”.

VEJA MAIS

VEJA MAIS