segunda-feira , 26 outubro 2020
Júlia, que sofre de uma doença rara, já recebeu alta e agora faz o tratamento com um medicamento

Família agradece população pelas doações de sangue para adolescente internada com doença rara em S.Fidélis

Júlia estava internada no Hospital Armando Vidal

Solidariedade, foi isso que recebeu a família de Júlia de Souza Campos, de 14 anos, moradora de São Fidélis. A menina sofre de uma doença rara, a Púrpura Trombocitopênica, um distúrbio autoimune caracterizado pela destruição das plaquetas, células produzidas na medula óssea e ligadas ao processo de coagulação inicial do sangue.

Ela precisou de doações de sangue na última semana e segundo Vitor, o pai de Júlia, muita gente doou em nome da menina. As doações servirão inclusive para outras pessoas. “Infelizmente eu não tenho como agradecer um por um, mas fico grato a todos que ajudaram de alguma forma. Pelas mensagens, pelas orações e claro, a todos que doaram em nome dela” – disse.

Júlia já recebeu alta e suas plaquetas já estão em 80.000, um valor adequado para quem sofre desta doença. “Agora ela vai fazer uso do medicamento em casa, mas graças a Deus está melhorando” – contou Vitor. A adolescente ainda terá que ir ao hematologista e fazer exames de sangue toda semana, para vigiar as plaquetas, mas com o uso do medicamento a tendência é subir cada vez mais.

Mais do SFn