terça-feira , 20 outubro 2020

Enel diz que fornecimento de energia para Bombeiros de Italva foi encerrado a pedido da prefeitura Prefeitura diz que nãopossui condições financeiras para arcar com tal despesa

Prefeitura diz que nãopossui condições financeiras para arcar com tal despesa

Fotos: Gilmar Sanna – Italva em Foco

Mais cedo o SF Notícias mostrou que a Enel Distribuição Rio havia cortado o fornecimento de energia para o Destacamento 3/21 do Corpo de Bombeiros de Italva. Além de cortar o fornecimento, operários da concessionária de energia elétrica retiraram o medidor e levaram a fiação. Sem energia, vários equipamentos não estão funcionando, e a unidade, está sem comunicação via rádio.

Em nota enviada para a redação do SF Notícias, a empresa informou que o fornecimento foi encerrado a pedido da Prefeitura Municipal de Italva, titular da conta. A empresa disse ainda que está em contato com o Corpo de Bombeiros para informar sobre necessidade de envio de ofício à companhia solicitando troca de titularidade da conta, e que restabelecerá o fornecimento de energia do prédio enquanto aguarda que o Estado regularize a situação do contrato.

Em sua página na rede social, a prefeita do município, Margarethe do Joelson disse que o comando dos Bombeiros foi chamado e comunicado com antecedência de que a prefeitura não possui condições financeiras para arcar com tal despesa.

“Ressaltamos que a prefeitura de Italva, por cortesia, estava pagando a conta de energia da sede dos Bombeiros, que além de Italva, também atende Cardoso Moreira. Fato é que a administração percebeu que esta conta de energia está em valor exorbitante, notadamente acima dos padrões desta municipalidade. O prédio é do município e foi cedido, mas as despesas não são obrigações da prefeitura”, disse a prefeita. 

Segundo ela, o valor da conta de energia do último mês do prédio do Corpo de Bombeiros foi de 5.289,68, enquanto que a conta de todo o prédio da prefeitura, onde funcionam seis secretarias e o gabinete da prefeita e do vice-prefeito, foi de 2.280,00.

A assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros informou que o comando da unidade trabalha junto a concessionária de energia para regularizar o sistema o quanto antes, e que as ocorrências estão sendo atendidas normalmente, sem prejuízo à população.

Mais do SFn