segunda-feira , 6 julho 2020

Empresário baleado em assalto em Funil, em Cambuci, morre no hospital Pedro foi baleado durante um assalto a uma distribuidora na última sexta-feira (17) em Funil, distrito de Cambuci. Criminosos estavam usando máscaras cirúrgicas, utilizadas atualmente contra a pandemia de Covid-19. Pedro estava internado em estado grave no Hospital São José do Avaí

Pedro foi baleado durante um assalto a uma distribuidora na última sexta-feira (17) em Funil, distrito de Cambuci. Criminosos estavam usando máscaras cirúrgicas, utilizadas atualmente contra a pandemia de Covid-19. Pedro estava internado em estado grave no Hospital São José do Avaí

Foto: SF Notícias

Morreu nesta segunda-feira (20/04) o empresário Pedro Henrique Bastos Pereira, de 52 anos, que havia sido baleado durante um assalto a uma distribuidora ocorrido na noite da última sexta-feira (17/04) em Funil, distrito de Cambuci. Segundo informações da Polícia Militar, os funcionários contaram que três homens armados entraram na empresa e roubaram carteiras, celulares, dinheiro e outros objetos. Ainda de acordo com a polícia, Pedro teria reagido e acabou sendo baleado na cabeça. Ele foi socorrido por populares e encaminhado em estado grave para uma unidade hospitalar particular de Itaocara, mas foi transferido para o Hospital São José do Avaí em Itaperuna, onde não resistiu aos ferimentos e morreu nesta segunda. Amigos, funcionários e conhecidos de Pedro chegaram a fazer uma campanha para doação de sangue. Eles lamentaram a morte do empresário nas redes sociais. “Perdemos nosso amigo hoje à tarde…. muito triste.”, postou uma pessoa. (continua após a publicidade)

“Ele só saiu de casa pra tirar o sustento de sua família e da família de dezenas de pessoas que com ele trabalhavam, e devido à violência e à falta de compaixão, hoje sua família chora a perda de um grande homem, trabalhador, pessoa do bem. Pra nós só nos resta pedir pra Deus que conforte o coração de sua família e que papai do céu o receba de braços abertos!!!”, postou outra pessoa.

Segundo amigos da família, o velório e sepultamento devem acontecer em Itaperuna. Ainda de acordo com a Polícia Militar, os criminosos estavam usando máscaras cirúrgicas, utilizadas atualmente contra a pandemia de Covid-19. A PM acredita que os bandidos fugiram, provavelmente, em dois veículos, sendo um Gol branco e outro de mesmo modelo, só que de cor prata. Até o momento eles não foram identificados ou encontrados. O crime foi registrado e segue sendo investigado pela 142ª Delegacia Legal de Cambuci.

Mais do SFn