segunda-feira , 25 maio 2020

Em meio à pandemia, loteamento vira ponto de aglomeração em São Fidélis Nesta semana o Ministério Público pode entrar com uma ação para pedir medidas mais restritivas de circulação de pessoas, o chamado lockdown, em São Fidélis

Nesta semana o Ministério Público pode entrar com uma ação para pedir medidas mais restritivas de circulação de pessoas, o chamado lockdown, em São Fidélis

Imagens: divulgação

Mesmo com o número de casos confirmados de Covid-19 aumentando em São Fidélis, muitas pessoas ainda insistem em sair de suas casas e se aglomerar em alguns espaços. Outras quebram o isolamento social fazendo festas ou reunindo várias pessoas em churrascos. Com isso, elas podem estar contribuindo para a proliferação do novo coronavírus na cidade, que já tem mais de 120 casos confirmados. Nos finais de semana a Defesa Civil e a Polícia Militar recebem diversas denúncias sobre realização de festas e de aglomerações em ruas. Um loteamento entre os bairros São Vicente e Barão de Macaúbas, por trás do Estádio Sebastião de Almeida e Silva, é o campeão em número de denúncias. Nos últimos finais de semana, por exemplo, uma grande quantidade de pessoas se reuniu no loteamento para soltar pipa. No final de semana retrasado, equipes da Defesa Civil, do Conselho Tutelar e militares da 4ª Companhia da PM fizeram uma ação de orientação e prevenção. Eles usaram o alto-falante da viatura da PM para pedir que todos fossem para suas casas. Havia cerca de 100 pessoas no loteamento, entre crianças, jovens e adultos. “A Defesa Civil não pode intervir em vias públicas, privando o direito do cidadão de ir e vir e também não podemos intervir nas casas, pois é um lugar privado. O que podemos fazer é orientar e pedir à população uma maior conscientização da gravidade da situação. O trabalho da Defesa Civil é fiscalizar os estabelecimentos comerciais que não estão cumprindo as normas publicadas nos decretos. Sabemos que a pandemia está atingindo o mundo todo. E que quanto mais rápido entendermos a necessidade do isolamento social, mais rápido poderemos voltar às nossas rotinas”, disse o Superintendente de Defesa Civil, Marcos Barreto (Maná), ao SF Notícias.

A população pode denunciar locais de aglomeração e estabelecimentos que não estiverem cumprindo os decretos municipais ou eventos em casas de festa pelos telefones (22) 99832-1113 e (22) 99898-5239. Com relação a eventos em residências privadas, a Polícia Militar pode ser acionada através do 190. Na semana passada, em entrevista à Folha FM 98,3, a promotora de Justiça, Maristela Naurath, disse que pode pedir nesta semana a adoção de ‘lockdown’ em São Fidélis. O bloqueio total de circulação de pessoas, uma medida mais restritiva que o isolamento social, visa conter a disseminação acelerada do novo coronavírus. “Vou colher alguns dados e observar se há realmente a necessidade de ajuizamento de uma Ação Civil Pública. Os dados seriam o percentual de leitos que já estão sendo ocupados, a letalidade, o crescimento do número de casos. Porque hoje é a única saída segundo os estudos científicos, para salvar vidas e não colapsar o sistema” – disse.

Mais do SFn