Em ação da Enel, moradores de Italva poderão se cadastrar para concorrer a 45 geladeiras

Para participar, o cliente deve ser consumidor residencial ou rural e titular da conta de energia; veja outros requisitos

A Enel Distribuição Rio, por meio do projeto Enel Compartilha Eficiência, realiza a iniciativa de Troca de Geladeiras em Italva, no Noroeste do Rio de Janeiro, a partir da próxima semana. Os clientes do município poderão se cadastrar no estande do projeto Enel Compartilha Eficiência, montado na Rua Portela Sales, 50, no Centro, de segunda (27) até quarta-feira (29), para concorrer a 45 geladeiras eficientes, com selo Procel de economia de energia. O sorteio será realizado na próxima quarta-feira (29), com início marcado para às 18h, no mesmo local.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Para participar, o cliente deve ser consumidor residencial ou rural e titular da conta de energia. Também é necessário estar adimplente com a Enel, não ter processo judicial aberto contra a empresa e ter uma geladeira ineficiente funcionando para que possa ser efetuada a troca.

Os beneficiados nesta ação já terão as geladeiras trocadas na próxima quinta-feira (30), a partir das 9h, no mesmo local onde serão feitos os cadastros. Acreditamos que estes equipamentos novos contribuirão com a melhoria das condições de vida e orçamento familiar dessas pessoas”, explica Leonardo Soares, responsável por Sustentabilidade na Enel Distribuição Rio.

Economia

Uma geladeira nova pode consumir até 70% menos que uma antiga. Em watts, esse valor representa, para um aparelho antigo, o consumo médio de 90kWh/ mês, enquanto um novo consome somente cerca de 24kWh/hora/ mês. As geladeiras do programa têm selo Procel, que significa maior eficiência no consumo de energia elétrica.

Estudo feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) mostra que a geladeira é responsável por quase um terço de toda a energia consumida em uma residência. Os aparelhos antigos e em mau estado, além de consumirem mais energia que o recomendado, emitem gases que destroem a camada de ozônio, agravando o aquecimento global.

VEJA MAIS

VEJA MAIS