Foto: Arquivo

Eleitores que não votaram têm até dia 4 de maio para regularizar situação

Fotos: Arquivo
Fotos: Arquivo

De acordo com a legislação eleitoral, 1.782.035 eleitores brasileiros que não votaram e não justificaram a ausência nas três últimas eleições podem ter o seu título de eleitor cancelado. Desse total, 34.050 são brasileiros que votam no exterior.

Para regularizar a situação, o eleitor deve comparecer ao cartório eleitoral mais próximo no período de 2 de março a 4 de maio, com um documento oficial com foto, com o título de eleitor e comprovantes de votação, de justificativa eleitoral e de recolhimento ou dispensa de recolhimento de multa. Se houver justificativa para a falta, como doença ou viagem, o eleitor não precisa pagar a multa, que pode chegar a R$ 10,50.

Quem não estiver em dia com a Justiça Eleitoral fica impedido de tomar posse em cargo público, não pode tirar passaporte nem carteira de identidade. São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais são os estados com maior número de eleitores em situação irregular.

Mais do SFn