Desempregado, morador de Pádua encontra mais de R$ 500 na rua e deposita na conta da proprietária "Minha mãe sempre me ensinou que somos pobres, mas ninguém pode roubar a nossa honestidade", disse Welington, que está de mudança para outra cidade

"Minha mãe sempre me ensinou que somos pobres, mas ninguém pode roubar a nossa honestidade", disse Welington, que está de mudança para outra cidade

Foto: reprodução

O mundo ainda tem jeito, e ainda está repleto de pessoas honestas, como o Welington Marques, de 36 anos. Morador de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, ele encontrou uma quantia em dinheiro, acima de R$ 500, e não pensou duas vezes, e devolveu ao proprietário. O dinheiro, cerca de R$ 523,00 em espécie, estava grampeado junto a um papel com uma conta bancária endereçado a uma mulher. Casado com uma paduana e pai de uma menina de 4 anos, Welington é natural de Volta Redonda. Desempregado, ele está deixando Pádua e indo para o interior de São Paulo, onde possui uma casa e deixaria de pagar aluguel. “Não fiz mais do que a minha obrigação”, disse ao SF Notícias. (continua após a publicidade)

Dinheiro foi encontrado próximo da rodoviária de Pádua

Ao invés de pegar o dinheiro para ele, como, infelizmente, muitos teriam feito, Welington seguiu o ensinamento da mãe, a dona Dinéa Aparecida Gouvêa da Silva. “Minha mãe sempre me ensinou que somos pobres, mas ninguém pode roubar a nossa honestidade”, disse Welington. O dinheiro foi encontrado na manhã desta quarta-feira (14) na frente do terminal rodoviário de Pádua. Welington contou que fez o depósito na conta da pessoa que constava no papel nesta quinta-feira, pois estava entregando a casa que havia alugado em Pádua. “O interessante é que estou praticamente zerado, mas ser honesto vale muito mais; durmo tranquilo!”, concluiu ele. O SF Notícias não conseguiu contato com a mulher que consta no papel da conta bancária.

Mais do SFn