Denúncia do Linha Verde leva policiais ambientais a prender suspeito de tráfico em Cantagalo

Prisão aconteceu quando policiais se deslocavam para averiguar denúncias feitas ao Programa Linha Verde sobre crimes contra o meio ambiente

Um homem foi preso por policiais ambientais por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas na zona rural de Cantagalo, na Região Serrana do Rio. Os policiais se deslocavam para averiguar denúncias feitas ao Programa Linha Verde sobre crimes contra o meio ambiente no município de Macuco, mas no deslocamento, receberam novas denúncias de que um homem costumava cultivar maconha e traficar na localidade conhecida como Irajá, zona rural de Cantagalo.

continua após a imagem

De acordo com o Disque Denúncia, quando os policiais se aproximavam do local informado, observaram um homem, que ao verificar a chegada dos militares, tentou se desfazer de uma sacola. Durante buscas no imóvel, a equipe da 3ª Unidade de Polícia Ambiental do Parque Estadual do Desengano conseguiu apreender uma sacola com maconha, um recipiente com sementes de maconha, duas tesouras, um rolo de fita para endolação da droga, dois artefatos usados em estufas de secagem da droga e um livro que orientava sobre o cultivo da erva, além de pequena quantidade de dinheiro em espécie.

O homem foi preso e encaminhado à 153ª Delegacia de Polícia de Cantagalo, onde foi autuado por tráfico de drogas. A população pode denunciar qualquer crime ambiental ao Programa Linha Verde, que é o Disque Denúncia do Meio Ambiente, através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo aplicativo “Disque Denúncia RJ” enviando fotos e vídeos com a garantia do anonimato.

VEJA MAIS

VEJA MAIS