Covid-19: Variante Delta, mais transmissível, está em circulação com tendência de aumento no estado do RJ

Quatro pessoas já morreram diagnosticadas com a variante no estado. Essa semana, uma criança de 5 anos foi diagnosticada com a variante em São Sebastião do Alto. Friburgo também registrou casos da Delta

O avanço da variante Delta, surgida na Índia, preocupa a Secretaria de Estado e Saúde do Estado do Rio de Janeiro. Entre junho e julho, os casos de Covid-19 causados pela variante Delta, avançaram no estado e já representam 26,09% do total. Na capital, a Delta representa 45% das amostras analisadas. Não há análises conclusivas, mas os estudos apontam que a variante Delta é mais transmissível que as outras. Segundo o secretário de saúde do estado, Alexandre Chieppe, no monitoramento genômico que é realizado no estado foi identificado que a variante Delta está em circulação com tendência de aumento e deve se tornar a mais frequente.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

“Por isso, é importante que os municípios continuem avançando no processo de vacinação contra a Covid-19. Independentemente da cepa do vírus ou da sua linhagem, a vacinação segue sendo a melhor medida de prevenção contra a Covid-19”, destacou o secretário.

No último dia 22 o governo do estado do Rio confirmou as quatro primeiras mortes em decorrência da variante delta da Covid-19 no estado. Foram duas mortes em São João de Meriti (uma mulher de 43 anos e uma idosa de 73 anos), uma em Duque de Caxias (homem de 50 anos), e uma morte em cidade ainda em investigação, de um homem de 53 anos.

Na última terça (03), a prefeitura de São Sebastião do Alto suspendeu as aulas presenciais após uma criança de 5 anos ter sido diagnosticada com a variante Delta. A suspensão das aulas se deve ainda a ocupação total dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid, e a ocupação de 80% nos leitos de isolamento/enfermaria. Ontem a Prefeitura de Nova Friburgo informou que foram detectados quatro casos da variante Delta na cidade, sendo dois homens e duas mulheres, com idades entre 01 e 49 anos, dos bairros: Cascatinha, Nova Suíça, Olaria e um endereço não identificado.

O governador do estado, Cláudio Castro, solicitou com urgência ao Ministério da Saúde um incremento na distribuição de vacinas para o estado. “A variante Delta nos preocupa e acelerar a imunização é uma forma efetiva de não deixá-la avançar. A Secretaria de Estado de Saúde tem monitorado os casos e trabalha para manter o controle da disseminação. Reforçamos à população sobre a necessidade de receber a segunda dose dentro do prazo estabelecido. Juntos venceremos este momento”, disse o governador.

VEJA MAIS

VEJA MAIS