Covid-19: Itaperuna confirmou mais de 11.500 casos em janeiro e registrou 25 mortes

Até o dia 30 de dezembro o município contabilizava 6.765 casos da doença; já segundo o último boletim de janeiro, o total subiu para 18.309

O mês de dezembro terminou com um histórico de 6.765 casos confirmados de Covid-19 no município de Itaperuna, no Noroeste Fluminense, número que quase triplicou no mês de janeiro. O primeiro boletim epidemiológico do ano publicado pela nova gestão municipal no dia 14/01 contabilizava mais 9.549 casos, o que causou espanto na população. No dia 15, uma nota da Secretaria de Saúde publicada no perfil da prefeitura em uma rede social, esclarecia o aumento abrupto dos números. Segundo a pasta, o mesmo se deve à forma de contagem feita até 2020, que não levava em consideração todos os resultados de laboratórios particulares e prestadores de serviços do município, além de muitos que não tinham sido registrados no sistema da vigilância. “A Secretaria realizou uma força tarefa nas primeiras semanas de trabalho da gestão para que todos os casos notificados do município fossem divulgados corretamente nesse resultado. O trabalho da Secretaria é mostrar à população a realidade da pandemia na cidade, que é maior do que se imagina, buscando notificações não realizadas e casos não contabilizados anteriormente” – dizia a nota publicada naquele dia.

Já entre 14 de janeiro e a última sexta-feira (29) foram registrados 1.995 novos casos – totalizando 11.544 casos confirmados em janeiro. O município registrou ainda 25 mortes ao longo do primeiro mês de 2021, além de 11.898 casos recuperados. Ao todo, 18.309 pessoas foram diagnosticadas com Covid-19 em Itaperuna, sendo que 18.050 já se recuperaram e 162 infelizmente perderam suas vidas. Até sexta quando foi divulgado o último boletim, havia 97 casos ativos. O número de pessoas em isolamento hospitalar e/ou domiciliar não consta no boletim.

VEJA MAIS

VEJA MAIS