Corpo de Bombeiros atinge a marca de três milhões de atendimentos

O Grupamento de Socorro e Emergência (GSE) do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro atinge, no fim deste semestre, a marca de três milhões de atendimentos.

CORPO DE BOMBEIROS FOTO VINNICIUS CREMONEZ D
Fotos: Vinnicius Cremonez

Criado em 1986, a corporação fluminense foi a primeira no Brasil a operacionalizar o serviço pré-hospitalar em via pública, passando a contar com o apoio de uma equipe especializada em saúde.

Antes da existência do GSE, o socorro nas ruas era realizado somente pelos combatentes. Hoje em dia, o grupo tem 1,2 mil militares na área Médica, entre enfermeiros e médicos, com capacitação em suporte básico e avançado de vida.

Em todo o Estado do Rio, são realizados cerca de 20 mil socorros por mês, sendo que a capital fluminense responde por quase 70% do número de atendimentos.

CORPO DE BOMBEIROS FOTO VINNICIUS CREMONEZ B“O atendimento pré-hospitalar em via pública faz toda a diferença em casos de acidentes de trânsito, grandes traumas, atropelamento, quadros de parada cardiorrespiratória, de infarte, derrame e de insuficiência respiratória. O socorro médico acompanhado de equipamentos adequados como, por exemplo, desfibrilador, ajudam o paciente a chegar estabilizado até um hospital. O objetivo do Corpo de Bombeiros é preservar a vida”, disse o coronel Célio Ribeiro, chefe da 6ª Seção do Estado Maior Geral, área responsável pelo planejamento estratégico de atendimento pré-hospitalar.

vinnicius cremonez 1Cada socorro realizado produz um registro de atendimento pré-hospitalar, que contém os dados da vítima, além de informações sobre tipo e local de acidente e detalhes sobre o atendimento médico prestado.

Este documento é encaminhado para a 6ª Seção do Estado Maior Geral, onde as informações são reunidas, e podem gerar subsídios para a formulação de ações públicas que ajudem na redução de óbito em acidentes em vias públicas.

No ano de 2013, o Destacamento 2/5 do Corpo de Bombeiros de São Fidélis, realizou cerca de 1.543 atendimentos, entre eles se destacam as colisões, capotagem e queda de moto.

Colisão no Coroados Foto Jainne Oliveira 8

VEJA MAIS

VEJA MAIS