quarta-feira , 23 setembro 2020

Coronavírus: Macaé é o primeiro município do RJ a entrar na faixa verde Com o progresso, uma nova etapa de flexibilização será iniciada com a inclusão dos segmentos de bares e restaurantes, academias, shopping centers, igrejas e templos religiosos

Com o progresso, uma nova etapa de flexibilização será iniciada com a inclusão dos segmentos de bares e restaurantes, academias, shopping centers, igrejas e templos religiosos

Foto: Secom Macaé

Macaé, no Norte Fluminense, entrou na faixa verde do grau de contaminação do coronavírus. De acordo com a Prefeitura, o indicador mostra que, pela primeira vez desde o início da pandemia, o município encontra-se na fase de menor risco da Covid-19, sendo o primeiro do estado a entrar nesta classificação. O anúncio foi feito pelo prefeito Dr. Aluizio nesta quinta-feira (06/08). Com o progresso, ainda segundo a Prefeitura, uma nova etapa de flexibilização de atividades será iniciada com a inclusão dos segmentos de bares e restaurantes, academias, shopping centers, igrejas e templos religiosos. Para este novo período, o governo municipal realizará testagem nos profissionais ligados aos novos segmentos a serem liberados, que será iniciada na próxima segunda (10). A previsão é que na próxima quarta-feira (12) decretos específicos, uma para cada atividade, sejam divulgados com o protocolo a ser seguido por cada setor, autorizando o funcionamento a partir do dia 13 de agosto. (continua após a publicidade)

De acordo com o prefeito, chegar na faixa verde representa um momento em que a pandemia, teoricamente, não está em ascensão. “Hoje a taxa de ocupação de leitos é de 25%, o que é uma dádiva, a taxa de letalidade está abaixo de 2%, e a taxa de contaminação abaixo de 1, marcando 0,93. Alcançamos esses indicadores que são técnicos, claros e objetivos, depois de muitas restrições, sofrimentos e mortes. Todo o cenário de vigilância será mantido de forma intensa, com fiscalização em todos os estabelecimentos, para que possamos nos manter na faixa verde, atendendo a expectativa e a necessidade da sociedade”, destacou Dr. Aluizio. Ele afirmou ainda que não há previsão para retomada das atividades educacionais de forma presencial. A flexibilização das atividades em Macaé segue o Plano de Retomada elaborado pelo governo municipal, já apresentado ao Ministério Público, que define o modelo de restrição para cada uma das quatro faixas de risco de Covid. “O que a gente precisa, agora, é da colaboração e conscientização de cada um, principalmente para o uso de máscaras nas ruas. O cuidado nunca é excessivo, a prevenção nunca é equivocada”, ressaltou o prefeito. (continua após a publicidade)

O prefeito Dr. Aluizio destacou ainda a realização de mais de 20 mil testes, que representa quase 10% da população de Macaé. A testagem em massa foi realizada por meio da atuação das equipes em diferentes bairros da cidade, bem como por convocação dos profissionais das atividades já liberadas ao funcionamento. Ainda de acordo com a prefeitura, essa e outras estratégias garantiram a regressão dos índices, para o alcance desta nova etapa, ainda com restrições, mas, com os setores econômicas sendo retomados de maneira progressiva. O boletim publicado nesta sexta (07) aponta que o município tem 6.225 casos de coronavírus confirmados, sendo 6.025 pacientes recuperados e 120 óbitos por Covid-19. As taxas nesta sexta são: de ocupação de leitos terapia intensiva SUS Covid-19, 29,5%; de reprodução do vírus 0,93; e de letalidade 1,9%.

Mais do SFn