Conta de luz seguirá com a taxa extra e mais cara em julho

Até então, eram cobrados R$ 6,24 a mais a cada 100 quilowatts/hora (kWh) consumidos na bandeira vermelha patamar 2, mas esse valor vai subir e deve passar dos R$ 7,00

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que a conta de luz seguirá com a taxa extra e mais elevada em julho. A bandeira tarifária em julho seguirá vermelha, patamar 2. Até então, eram cobrados neste patamar R$ 6,24 a mais a cada 100 quilowatts/hora (kWh) consumidos, mas esse valor vai subir e deve passar dos R$ 7,00. O valor a ser pago pelos consumidores será informado excepcionalmente nesta terça-feira (29), data em que a atualização dos valores das bandeiras será deliberada pela Diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

De acordo com a Aneel, a permanência na bandeira vermelha patamar 2 é em razão da intensidade da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN), registrando condições hidrológicas desfavoráveis.

“Em junho, as afluências nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN) estiveram entre as mais críticas do histórico. Julho inicia-se com mesma perspectiva hidrológica desfavorável, com os principais reservatórios do SIN em níveis consideravelmente baixos para essa época do ano, o que sinaliza horizonte com reduzida capacidade de produção hidrelétrica e elevada necessidade de acionamento de recursos termelétricos. Essa conjuntura pressiona os custos relacionados ao risco hidrológico (GSF) e o preço da energia no mercado de curto de prazo (PLD), levando à necessidade de acionamento do patamar 2 da bandeira vermelha. O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada”, diz a nota da Aneel.

VEJA MAIS

VEJA MAIS

plugins premium WordPress Clever Analytics