quarta-feira , 28 outubro 2020
Com a chegada do período de chuvas, houve um acréscimo no nível dos reservatórios, diminuindo a necessidade de acionamento das usinas térmicas

Conta de luz ficará mais barata em janeiro com adoção da bandeira tarifária verde

Fotos: SF Notícias

Em janeiro, a bandeira tarifária das contas de luz será a verde, quando não há cobrança de taxa extra. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (29) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Em outubro e novembro, em razão dos baixos níveis dos reservatórios das hidrelétricas e da falta de chuva, a bandeira tarifária adotada pela Aneel foi a vermelha patamar 2, a mais cara do sistema, com cobrança adicional de R$ 5  para cada 100 quilowatts-hora consumidos.

Em dezembro, a bandeira vermelha foi de patamar 1, quando são cobrados R$ 3 a cada 100 quilowatts-hora consumidos. A taxa extra se deve ao acionamento das usinas térmicas, que tem um custo maior para a produção de energia.

Segundo a agência, com a chegada do período de chuvas, houve um acréscimo no nível dos reservatórios, diminuindo a necessidade de acionamento das térmicas e possibilitando a adoção da bandeira verde.

Mais do SFn