Conta de água vai ficar mais cara! Agenersa homologa reajuste tarifário da Cedae de quase 10%

O índice homologado pela Agenersa entra em vigor a partir de 1º de novembro, mas o aumento só virá nas contas da Cedae com vencimento em janeiro

O brasileiro não aguenta mais! Todo dia um novo aumento é anunciado, da gasolina, gás de cozinha, conta de luz, alimentos e, agora, um aumento na conta de água dos clientes da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae). O Conselho Diretor (CODIR) da Agenersa homologou o reajuste tarifário da em 9,8649% – frente aos 11,5075% pleiteados anteriormente – relativo aos períodos 2019-2020 e 2021-2022. A decisão foi divulgada pelo CODIR em Sessão Regulatória Extraordinária realizada pela Agenersa na última semana e publicada no Diário Oficial na última sexta-feira (08).

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

O índice homologado pela Agenersa foi acordado em Termo de Conciliação entre o Poder Concedente (Governo do Estado do Rio) e a própria Cedae, e entra em vigor a partir de 1º de novembro, mas o aumento só virá nas contas da Cedae com vencimento em janeiro. O reajuste refere-se à variação do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) no período de 24 meses – maio/2019 a maio/2021 -, uma vez que no ano passado a Cedae teve seu reajuste tarifário anual suspenso devido à pandemia da Covid-19. O CODIR já havia decidido, em Reunião Interna Extraordinária realizada em 30 de setembro, pela autorização da homologação da nova estrutura tarifária da Cedae.

O reajuste tarifário anual atende ao cumprimento do art. 9º do Decreto Estadual nº 45.344/2015, que estabelece as condições gerais para a regulação e fiscalização das atividades da Cedae pela Agenersa, e foi analisado pela agência reguladora com base na proposta apresentada pela Companhia.

VEJA MAIS

VEJA MAIS