sexta-feira , 23 outubro 2020

Consórcio formado por cinco empresas vence primeiro leilão do pré-sal

ABR211013_DSC1943[1]

Um consórcio formado por cinco empresas – a anglo-holandesa Shell, a francesa
Total, as chinesas CNPC e CNOOC e a Petrobras – foi o vencedor da 1ª Rodada de
Licitação do Pré-Sal e terá o direito de explorar e produzir o petróleo da área
do Campo de Libra, na Bacia de Santos. Dos 70% arrematados pelo consórcio, 20%
são da Shell e 20% da Total. A CNPC e a CNOOC têm, cada uma, 10%, assim como a
Petrobras, que já tinha garantidos 30%.

A oferta do leilão, realizado há pouco, no Rio de Janeiro, pela Agência Nacional
do Petróleo (ANP), garante à União 41,65%% do lucro do óleo retirado do campo. O
consórcio pagará ao governo brasileiro bônus de R$ 15 bilhões, além de garantir
investimento mínimo de R$ 610 milhões. O consórcio era o único na disputa.

ABR211013_DSC1817[1]O mínimo de excedente em óleo foi 41,65%, conforme o estabelecido pelo edital.

Libra tem reservas estimadas entre 8 bilhões e 12 bilhões de barris de petróleo, que ainda não foram confirmadas. Caso o potencial se confirme, Libra será o maior campo de petróleo do país. A ANP estima que, em seu pico de produção, sejam extraídos diariamente 1,4 milhão de barris de óleo, cerca de dois terços do total da produção atual de todos os campos do país (2 milhões de barris por dia).

Fonte: Agência Brasil

Fotos: Fernando Frazão

Protesto contra leilão de Libra no Rio tem confronto com tropas e feridos

000_mvd6571595[1]O leilão do Campo de Libra, iniciado por volta das 15h desta segunda-feira (21) na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, foi marcado por protesto e violência desde o fim da manhã. Pelo menos cinco pessoas ficaram feridas com tiros de bala de borracha, após confronto de ativistas, muitos deles mascarados, com tropas federais. Um carro de reportagem foi incendiado e dois repórteres sofreram agressões.

A confusão começou por volta das 11h, quando manifestantes tentaram furar o bloqueio de tropas federais próximo ao hotel Windsor, onde é realizado o leilão. Mascarados atiraram pedras nos agentes, que revidaram com bombas de efeito moral e tiros de bala de borracha.

Mil e cem homens fazem reforço na segurança do entorno do Hotel. Segundo o Ministério da Defesa, entre os homens que trabalharão na segurança do leilão – estão Exército, Força Nacional, polícias Federal, Rodoviária Federal, Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal.

2013-10-21t155630z_16635855[1]Produção: Segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP), a exploração do campo de Libra deve dobrar as reservas nacionais de petróleo – a estimativa é que o volume de óleo recuperável seja de 8 bilhões a 12 bilhões de barris – as reservas nacionais são hoje de 15,3 bilhões de barris. As reservas de gás somam atualmente 459,3 bilhões de metros cúbicos e também devem duplicar com Libra.

Esse é o primeiro leilão prevendo a exploração de petróleo e gás natural na camada pré-sal sob o regime de partilha (em que a União fica com parte do óleo extraído pelas empresas vencedoras).

Fonte e Fotos: G1

Mais do SFn