Consciência Negra: Historiadora e mediadora da Biblioteca fala sobre período escravocrata em São Fidélis

Neste sábado (20) é celebrado o Dia da Consciência Negra, data que faz referência a morte de Zumbi, o então líder do quilombo dos Palmares situado entre os estados de Alagoas e Pernambuco

No dia 20 de novembro é comemorado o dia da consciência negra e dia nacional de Zumbi dos Palmares, a data faz referência a morte de Zumbi, o então líder do quilombo dos Palmares situado entre os Estados de Alagoas e Pernambuco. A figura de Zumbi foi eleita como símbolo da resistência a escravidão no Brasil e também com o objetivo de combater o racismo estrutural ainda tão presente em nossa sociedade. Em São Fidelis o período escravocrata foi próspero graças ao trabalho escravo nas lavouras de cana de açúcar que sustentou a riqueza de muitos senhores de engenho da nossa região.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

A fazenda São Benedito que pertenceu ao Barão de Vila Flor foi uma das maiores e mais importantes do nosso município, o Barão tinha um grande número de escravos, mas se antecipou a campanha abolicionista de Laurindo Pitta, libertando seus escravos em 1850 como está descrito no livro escrito por Elysio de Araújo “Reminiscências”. Posteriormente em 13 e maio de 1888 a princesa Isabel assinou a Lei Aurea que decretava o fim da escravidão no Brasil.

Um passado vergonhoso, mas que não pode ser esquecido já que o Brasil foi o último país da América a abolir trabalho escravo.

Por Lelaine Mota, Historiadora e mediadora da Biblioteca e Museu Corina Peixoto de Araújo

Fontes pesquisadas: https://brasilescola.uol.com.br
“Reminiscências” ( autor Elysio de Araújo )

VEJA MAIS

VEJA MAIS