Com período de fortes chuvas, Enel alerta sobre cuidados com rede elétrica em casos de alagamentos

Na semana passada cidades das regiões Norte e Noroeste foram atingidas pelas cheias dos rios que provocaram inundações, mas ainda há risco de chuvas fortes ao longo do mês, que podem provocar alagamentos

Imagem: arquivo SF Notícias

A Enel Distribuição Rio, concessionária responsável pelo fornecimento e distribuição de energia elétrica em cidades da nossa região, preparou orientações sobre cuidados preventivos com a rede elétrica em casos de alagamentos, já que o período do verão é marcado pelo aumento de chuvas que podem causar acidentes pelo contato da água com a rede elétrica.

São cuidados que podem evitar tanto acidentes quanto danos em equipamentos. A Enel Distribuição Rio, subsidiária da multinacional italiana Enel, atende 66 municípios do estado do Rio de Janeiro, abrangendo 73% do território estadual, com cobertura de uma área de 32.188 km². Veja abaixo as dicas:

  • Desligue os disjuntores internos para evitar curtos-circuitos;
  • Retire os equipamentos da tomada e deixe-os fora do alcance da água;
  • Em caso de inundações dentro de residências ou estabelecimentos, não entre em contato com as instalações elétricas;
  • O contato acidental de varas e remos com a rede elétrica pode causar graves acidentes, por isso evite circular em embarcações por locais onde haja alagamentos;
  • Nunca escale postes ou torres de energia elétrica para tentar se proteger das enchentes;
  • Não encoste em objetos metálicos como semáforos, postes de iluminação pública, pontos de ônibus, portões e grades em uma enchente.
  • Depois que o nível da água baixar, procure um eletricista para rever a instalação elétrica do imóvel antes de religar os disjuntores;
  • No caso de rompimento de fios elétricos, a orientação é ficar distante, evitando se aproximar dos cabos. Evite o contato com a água, principalmente, se estiver próxima de algum fio partido ou estrutura elétrica energizada, e acione imediatamente a Enel Distribuição Rio, pelo 0800 28 00 120.

VEJA MAIS

VEJA MAIS