Imagem: Felipe Sião Filmes

Com mais 10 casos registrados nas últimas 24h, Pádua chega a 351 casos de Covid-19 Cinco pessoas que foram diagnosticadas com a doença no município morreram. Segundo a Secretaria de Saúde, 215 pacientes já estão recuperados. Comércio deve reabrir no próximo dia 1º

Cinco pessoas que foram diagnosticadas com a doença no município morreram. Segundo a Secretaria de Saúde, 215 pacientes já estão recuperados. Comércio deve reabrir no próximo dia 1º

reprodução

Mais dez novos casos de coronavírus foram registrados em Santo Antônio de Pádua nas últimas 24 horas. O município tem agora 351 casos positivos da doença, sendo que cinco pacientes morreram. De acordo com o boletim divulgado na tarde desta quinta-feira (25/06) pela Secretaria Municipal de Saúde, o município tem ainda 232 casos considerados suspeitos, que aguardam resultados de exames. Ainda segundo o boletim, quatro pessoas estão em isolamento hospitalar e 215 pessoas já se recuperaram. De acordo com o mapeamento feito pela secretária de saúde, os casos estão espalhados por 40 bairros/localidades/distritos do município. Os locais com maior número de casos são Dezessete com 38, Cidade Nova com 31, Centro com 25, São Luiz com 22, Farol com 23 e Monte Alegre com 20. (continua após a publicidade)

Foto: Jornal Sem Limites

Nesta quinta-feira (25), em um programa de rádio, o prefeito Josias Quintal disse que deve adotar medidas de flexibilização a partir do dia 1º de julho. Entre as medidas que podem ser adotadas estão a autorização do funcionamento do comércio em geral e também o retorno das atividades em templos religiosos. Para reabrir, todos os estabelecimentos deverão adotar medidas de prevenção ao novo coronavírus, como disponibilização de meios para higienização das mãos, uso de máscaras, distanciamento e redução da capacidade de atendimento de cada estabelecimento. O prefeito salientou que, caso seja verificado um crescimento de casos da doença na cidade após a flexibilização, as restrições podem voltar a ser adotadas, até mesmo através do lockdown.

Mais do SFn