Climatempo esclarece fake news sobre frio mais intenso do século

Uma intensa massa de ar frio de origem polar chegará ao Brasil e irá derrubar as temperaturas em várias localidades. Mas, algumas fake news têm circulado nas redes sociais sobre o assunto

Foto: Evando Oliveira

Nos próximos dias, uma intensa massa de ar frio de origem polar chegará ao Brasil e irá derrubar as temperaturas em várias localidades. No entanto, algumas fake news têm circulado nas redes sociais sobre o assunto. A Climatempo esclareceu o que de fato ocorrerá nesta semana. Segundo a Climatempo, a massa de ar frio de origem polar que chegará ao país a partir desta quarta (28) irá provocar queda muito acentuada de temperatura no centro-sul do Brasil e até em áreas da Região Norte, mas não será a mais intensa do século. “Na Região Sul, é muito provável que tenhamos a onda de frio mais intensa deste ano, com alta chance de neve nas áreas mais altas das serras gaúcha e catarinense e até no planalto de Santa Catarina entre os dias 28 e 29 de julho” – informa o portal.

Temperatura abaixo de -15ºC: Fake
Até o dia 24 de julho, a menor temperatura registrada no Brasil em 2021 foi de -8,2°C, no dia 20 de julho, em Urupema, localizada na parte mais elevada da serra de Santa Catarina, conforme medição do Epagri-Ciram. A Climatempo estima que um novo recorde poderá ser estabelecido, muito provavelmente na serra catarinense ou gaúcha, com algum valor entre -8°C e -10°C. Além da baixa temperatura, a sensação térmica será diminuída pela ação de ventos moderados. Por isso, em áreas altas de serra, especialmente entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, a sensação de frio pode chegar a -25ºC.

Neve no RJ
Inicialmente, os modelos meteorológicos até apontavam condições para neve de fraca intensidade na região do Pico do Itatiaia, onde houve registro de -9,9ºC na estação localizada no parque nacional do Itatiaia, a 2450 m de altitude. No entanto, a Climatempo não confirma a chance de neve para a região, que apenas deve ter geada nos próximos dias. O portal esclarece ainda que é verdade que o grande diferencial dessa massa de ar frio será a persistência de dias consecutivos com temperaturas mínimas negativas nas áreas de maior altitude da Região Sul (entre -6°C e -10°C) e temperaturas máximas abaixo de 10°C no período de 28 a 30/07. No Sudeste, as menores temperaturas, mínimas e máximas, deverão ocorrer nos dias 29 e 30/07 (mínimas entre -2°C e -3°C na Serra da Mantiqueira, divisa entre São Paulo e Minas Gerais e máximas abaixo de 15°C em parte da região, especialmente nas regiões metropolitanas de São Paulo e Belo Horizonte).

Também é fake que o Governo dos Estados Unidos e do Canadá emitiram alerta sobre frio intenso no Brasil. Na realidade, houve uma confusão com relação aos modelos meteorológicos, que são utilizados como base para as previsões de tempo e clima. De fato, o modelo de previsão americano (GFS) e o modelo canadense (CMC) apontavam frio intenso no Brasil, mas não houve nenhum alerta por parte das autoridades desses países.

 

VEJA MAIS

VEJA MAIS