Chuva forte provoca transbordamento de córregos, alagamentos e interdita estrada no Sossego do Imbé

Segundo a Defesa Civil, a estrada que liga Madalena ao Sossego do Imbé chegou a ficar interditada. Não há registro de desalojados ou desabrigados

Fortes chuvas atingiram a localidade de Sossego do Imbé, em Santa Maria Madalena, entre a tarde deste domingo (31/10) e manhã desta segunda (1º). De acordo com o gestor do Parque Estadual do Desengano, Carlos Dário, trata-se de uma área de baixada, circunvizinha e limitada pelas encostas do Desengano, que funciona como uma bacia hidrográfica, captando água nas suas encostas e florestas e drenando para essa área. A região conta com inúmeros córregos, que transbordaram com o grande volume de chuvas.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Ao SF Notícias, o secretário de Defesa Civil de Santa Maria Madalena, Nelson Soares Rodrigues, informou que foram registradas apenas ocorrências de alagamentos e transbordamentos de córregos até o momento. Houve aumento no nível d’água dos rios que cortam a região, como o Rio Babilônia. “A Defesa Civil tem contato direto com representantes do Sossego do Imbé. Não tem nenhum desalojado ou desabrigado” – disse o secretário, que informou ainda que uma equipe da Secretaria de Obras foi enviada ao local para desobstruir a passagem para o distrito. “A estrada de Madalena a Sossego estava interditada, mas a Secretaria de Obras já está no local fazendo a limpeza da estrada” – destacou.

Alerta para chuvas intensas 
O mês de novembro começou chuvoso em várias cidades da região. Segundo a Climatempo, a formação de uma área de baixa pressão próximo da costa fluminense e a presença de fortes correntes de ventos em níveis médios favorecem a formação de nuvens carregadas. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para risco de chuvas intensas, entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, e ventos intensos (60-100 km/h). Há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. O alerta é válido para Aperibé, Cambuci, Cantagalo, Cordeiro, Duas Barras, Itaocara, Macuco, Miracema, Nova Friburgo, São Fidélis, Santo Antônio de Pádua e demais municípios das regiões Norte, Noroeste Fluminense e Região Serrana do Rio.

VEJA MAIS

VEJA MAIS