Chegam a Miami exemplares do livro do escritor fidelense Antônio Júnior Persí

Lançado em junho, o livro já chegou a várias cidades brasileiras. Em Miami, eles chegaram pelas mãos de Olga Dantelly, drag queen que participou da live de lançamento
Foto: João Marcos Alecrim

O suspense “O Mortiço”, do jovem Antônio Júnior Persí, de São Fidélis, no Norte Fluminense, alcançou território internacional. Lançado em junho, o livro já chegou a várias cidades brasileiras como Rio de Janeiro, Florianópolis, São Paulo, Brasília, Fortaleza, Sorocaba, Teresópolis, Trajano de Moraes, Santa Maria Madalena, Cambuci, Itaocara, Santo Antônio de Pádua, São Francisco de Itabapoana e Niterói. Agora, os exemplares estão sendo vendidos em Miami, Estados Unidos, onde chegaram pelas mãos de Olga Dantelly, drag queen que fez parte da live de lançamento do livro. “Conheci Olga Dantelly pelas redes sociais. Eu sigo artistas de todo o mundo que atuam nas mais variadas áreas porque eu gosto de me rodear de arte sempre. O fato de eu me rodear de arte é algo que faz com que eu sinta que minha visão artística está mais apurada. Desse modo, um dia vi o perfil da drag queen Olga Dantelly marcado no perfil de outro artista junto com a frase “Brazilian Bombshell”. Isso despertou a minha curiosidade! Ao entrar no perfil da Olga Dantelly percebi, que de fato, se tratava de uma drag queen brasileira que reside em Miami. Instantaneamente fiquei encantado e senti muito orgulho de ver a comunidade drag brasileira sendo tão bem representada nos EUA” – relata o autor.

Foto: Arquivo pessoal/ Olga Dantelly

A cada dia, Persí foi se encantando mais por Olga Dantelly e conhecendo mais do Marcelo Guimarães, que é o artista que dá vida a Olga. O autor então decidiu propor uma parceria em relação ao lançamento do livro. “Logo assim que ele pôde, ele me ligou por vídeo chamada e eu disse a ele que queria que ele fizesse parte da Live de lançamento do meu livro e que o queria na live tanto como Marcelo, tanto como Olga Dantelly. Ele prontamente aceitou e me presenteou com uma bela vista. Ele mirou a câmera de seu celular para as luzes em meio a noite de Miami, para os prédios de formatos que eu nunca tinha visto, para as luzes vívidas cortando o céu de Miami. Foi um momento em que eu vi que a mágica estava sendo feita. Naquele momento eu vi que essa nossa parceria em prol do livro iria longe!” – conta o jovem. A chegada da segunda tiragem de livros coincidiu com a vinda do artista Marcelo ao Brasil. Ele garantiu o seu exemplar e levou vários outros para serem comercializados entre os falantes de língua portuguesa que residem em Miami. A foto de Olga com o livro foi tirada nos bastidores do Palace Sobe, o bar gay mais importante de Miami. Persí destaca que o Marcelo é um artista importantíssimo tanto para a cena drag brasileira quanto para a cena americana. “Sendo assim, é uma honra inenarrável tê-lo no projeto do meu livro desde o seu lançamento e tê-lo como parceiro de negócios, já que ele ficou a cargo de comercializar ‘O Mortiço’ nos EUA. O universo drag tem uma importância muito grande para a minha vida, então eu não poderia me sentir melhor representado em Miami” – disse.

O bar onde o artista se apresenta segue funcionando, mesmo em meio à pandemia. “O Palace ficou parado durante um bom tempo, principalmente no pico da pandemia. Os efeitos da pandemia em Miami foram um dos mais brutais nos EUA. Mas, com o passar do tempo, o Palace passou a fazer uma triagem muito mais rígida dos artistas e do público, se dispondo de tecnologia e medidas de saúdes muito assertivas. E isso mostra o contraste entre o Brasil e os EUA. No Brasil as coisas voltaram a funcionar a torto e a direito, muito por causa da falta de medidas mais duras e também por causa do jeitinho brasileiro que rompe distanciamento, que abre exceções em relação ao uso de máscaras. Então, por mais que Miami tenha sido uma cidade devastada pela pandemia, o Palace soube investir em segurança e cumprir as normas à risca. Portanto, não há notícias de fatalidades em relação ao Palace” – explica Persí.

O autor ressaltou ainda que a chegada dos livros a Miami acontece em um momento não só importante para ele, mas também para a Olga Dantelly, que completou mais um ano de casa no Palace no último dia 29. “A apresentação que marcou mais um aniversário de estadia da Olga no Palace foi ao som da música ‘Don’t Rain On My Paradise’, da Barba Streisand, que em sua letra diz “Não me diga para não voar. Eu simplesmente preciso voar!”. Foi uma performance emocionada e emocionante!” – disse. Para o próximo ano, Persí revela que os leitores podem esperar muitas novidades. “O que posso revelar por hora é que em breve a versão de ‘O Mortiço’ em Língua Espanhola estará disponível. Será que alguém advinha como será o título de ‘O Mortiço’ em Espanhol?” – disse. Para ele a expectativa do lançamento do livro em outra língua é avassaladora. “Como alguém das Letras, sei da importância e relevância literária que tem o fato de um livro ser vertido para línguas estrangeiras. É algo que solidifica muito a obra literária e o autor. Então, a confecção do meu livro em espanhol é um grande sonho e merece ser comemorado. Haverá sim uma celebração sobre toda essa trajetória de ‘O Mortiço’, mas, por hora, é preciso esperar. Um dos motivos de eu ter lançado meu livro em formato digital antes mesmo dos livros físicos ficarem prontos foi justamente para mostrar para as pessoas que os celulares onde elas assistem lives também podem servir para a leitura como entretenimento. E continuo com esse discurso. Fiquem em casa! Leiam, ouçam música, dancem mesmo que sozinhos. Enquanto eu e os leitores não podemos celebrar as expansões de ‘O Mortiço’ pessoalmente, que nos conectemos por meio da arte. Façamos todos da arte uma forma de sobrevivência” – finalizou. Para quem ainda não conhece a obra, há a oportunidade de adquirir um exemplar diretamente com o autor ou pelo site da editora Autografia (sendo a compra no site da editora sujeita a cobrança de frete). Uma nova tiragem já está disponível. Clique AQUI ou AQUI (YouTube) para conferir a playlist e AQUI para acessar o Instagram do autor e AQUI o Facebook.

VEJA MAIS

VEJA MAIS