Cães podem ter sido mortos com tiros de arma de chumbinho em Itaocara; fato gera indignação em rede social

Segundo moradores, os cães eram dóceis, vacinados, castrados e vermifugados; "Tratávamos deles com amor e carinho e nós tentávamos abrigá-los da forma que dava" - disse um morador
Foto: Reprodução

Uma publicação em um grupo numa rede social gerou indignação entre moradores de Itaocara, no Noroeste Fluminense. Nele uma moradora relata que dois cães foram mortos com tiros de chumbinho. Na imagem publicada no grupo neste domingo (10), um dos cães tem um ferimento (perfuração) entre os olhos. “Não há como eu ficar calada ver umas cenas destas no dia das mães! Atenção ao covarde que está matando cães c/ arma de chumbinho na CERJ: Você foi filmado! Sentiu prazer ao causar dor e morte a um animal indefeso? Vai sentir prazer também quando estiver na DPO sendo enquadrado no art. 32 da Lei Federal 9.605/98 da proteção animal?” – diz trecho da publicação. Em um dos comentários um morador da Rua Modesto da Silva Bom relata que ajudou a enterrar os cachorros. “Eram cães super dóceis. A pessoa que fez isso só não gostava de animais, porque os cachorros não faziam nada!” – afirmou. (continua após a publicidade)

Outro morador comentou que ajudava a cuidar dos animais. “Tinha muito carinho por eles. Todos vacinados, castrados, vermifugados. E alguém acabou com a vida deles, tem mais cães aqui e temo pela vida deles também” – disse. A publicação teve mais de 200 comentários de internautas indignados com o ocorrido. Em uma atualização, a moradora que fez o post disse que a pessoa que teria matado os cães seria intimada a comparecer à Delegacia. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos é crime. A pena é de detenção, de três meses a um ano, e multa. A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

VEJA MAIS

VEJA MAIS