sexta-feira , 30 outubro 2020

Braço-direito, cinco filhos e irmã de Fernandinho Beira-Mar são presos em operação da Polícia Federal Investigações apontam que traficante comandava quadrilha através de mensagens de celular e papel

Investigações apontam que traficante comandava quadrilha através de mensagens de celular e papel

Foto: Depen / Divulgação/ Arquivo

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira (24/05) a Operação Epístolas, que investiga a quadrilha ligada ao traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, preso na Penitenciária Federal de Porto Velho, em Rondônia.

Estão sendo cumpridos 35 mandados de prisão, 27 de condução coercitiva, 85 mandados de busca e apreensão e o bloqueio de R$ 9 milhões em 51 contas bancárias. A operação está sendo realizada em cinco estados e no Distrito Federal. Até o momento já foram presos o braço-direito do traficante, uma irmã e cinco filhos.

De acordo com a PF, as investigações começaram há cerca de um ano, após um bilhete picotado ter sido encontrado em uma quentinha por agentes federais da Penitenciária Federal de Porto Velho. A perícia indicou que o bilhete foi escrito por Fernandinho e continha ordens a integrantes da quadrilha que estavam em liberdade.

A PF informou ainda que além do tráfico, Beira-Mar também explora caça-níqueis, venda de botijões de gás, de cestas básicas, de cigarros, a circulação de mototáxis e até o abastecimento de água. A quadrilha movimentava R$ 1 milhão por mês.

Mais do SFn