Após morte, vacinação contra a febre amarela será antecipada em São Fidélis, Cordeiro e cidades da região Ministério da Saúde vai disponibilizar 1 milhão de doses de vacinas que serão entregues amanhã para a Secretaria Estadual de Saúde

Ministério da Saúde vai disponibilizar 1 milhão de doses de vacinas que serão entregues amanhã para a Secretaria Estadual de Saúde

Moradores de localidades próximas ao Parque do Desengano foram vacinados em São Fidélis. Fotos: Divulgação

Após a confirmação da primeira morte no Estado do Rio causada pela febre amarela e outro caso confirmado da doença, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que irá adotar de forma imediata novas medidas, além da vacinação em todo o território anunciada no sábado (11).

Entre as novas medidas está a antecipação da vacinação para 24 municípios estratégicos, nas regiões Norte, Noroeste, Serrana, dos Lagos e no entorno da reserva do Poço das Antas. Entre eles estão Nova Friburgo, Macaé, Bom Jardim, Cordeiro, Macuco – que não estavam na área de vacinação de bloqueio nas divisas com MG e ES.

Além de Campos dos Goytacazes, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto, São Fidélis, Cardoso Moreira e  Cantagalo – que já estavam entre os 30 municípios com vacinação de bloqueio.

Doses serão enviadas à Secretaria Estadual de Saúde ainda nesta quinta

A prioridade da campanha será imunizar a população que mora ou trabalha em áreas de mata e zonas rurais. Para a primeira etapa da vacinação nestes municípios, o Ministério da Saúde vai disponibilizar 1 milhão de doses de vacinas, que serão entregues ainda nesta quinta-feira (16) para a SES, que distribuirá para os municípios.

Os demais municípios, incluindo a capital e a Região Metropolitana, entrarão nas duas fases seguintes, com previsão de início até o fim do mês de março, mediante a liberação de novos lotes de doses. A SES reforça que todo o Estado será contemplado, assim não há necessidade de deslocamento da população entre os municípios em busca da vacina. Observando as contraindicações, toda a população será imunizada até o fim deste ano.

Mais do SFn