Após mais de um ano, alunos da rede municipal de São Fidélis retornam às salas de aula

O retorno às salas de aula está ocorrendo de forma gradual, com retorno dos anos finais do ensino fundamental, formados pelo 6º ao 9º ano
Fotos: Divulgação

Após mais de um ano com aulas remotas, algumas turmas de alunos da rede municipal de São Fidélis, no Norte Fluminense, retornaram às salas de aula nesta segunda-feira (13/09). Este retorno vem sendo preparado pela Secretaria Municipal de Educação desde fevereiro. Mas, com o agravamento da pandemia aos longos dos últimos meses, quando o município chegou a entrar em bandeira roxa, o retorno só foi possível neste mês de setembro. Segundo a secretária de Educação, Lia Márcia, foi preparado em conjunto com a Secretaria de Saúde, com orientações do Ministério Público, com participação de conselhos escolares, que representam as comunidades escolares de forma geral, um protocolo sanitário. “Foi um documento construído em conjunto para nos preparar, se caso o município entrasse num quadro de controle de contaminação, nós tivéssemos a possibilidade de retornar” – explica. O protocolo trata-se de equipar as escolas, com álcool em gel, tapete sanitizante, de oferecer máscaras para todos os alunos, ofertando a maior segurança possível.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

O retorno às salas de aula está ocorrendo de forma gradual dos alunos mais velhos aos mais novos, com retorno inicial dos anos finais do ensino fundamental, formados pelo 6º ao 9º ano. “Depois de 15 dias retornam mais alguns anos de escolaridade. Porém, nas creches, vai retornar o maternal 2 depois o 1. O berçário nós optamos por permanecer com atendimento do professor com os pais online, porque os pequenos têm essa dificuldade maior de utilização de máscara” – informou a secretária Lia Márcia. Além disso, os responsáveis podem optar por enviar as crianças/adolescentes às escolas ou optar para que elas permanecem com ensino remoto.

Um termo foi encaminhado a todos os pais/responsáveis de alunos da rede municipal para autorizar ou não o retorno dos filhos. A secretária de Educação frisou ainda que o avanço da vacinação para adolescentes de 12 a 17 anos traz ainda uma maior segurança para o retorno às aulas. Além da segurança oferecida nas escolas, o cuidado com as crianças será desde a saída das casas, com todas medidas de segurança e prevenção também no transporte escolar, seja em kombis/vans ou ônibus. Clicando AQUI os pais e responsáveis podem acessar o Protocolo Municipal de Volta às Aulas e o Plano de Retorno às Aulas Presenciais da Rede Municipal de Ensino no site da Prefeitura.

VEJA MAIS

VEJA MAIS