Aos 86 anos, moradora de Cordeiro realiza sonho de conhecer o Maracanã; foto viralizou

Nascida em Bom Jardim, mas moradora de Cordeiro há 50 anos, a Dona Elidia disse ter se encantado e sentido muita emoção ao assistir ao time de coração, o Fluminense, no Maraca

No último dia 9 de dezembro, com um Maracanã lotado, o Fluminense retribuiu o carinho da torcida, vencendo a Chapecoense por 3 a 0 e se classificando à fase preliminar da Copa Libertadores 2022. Entre aquele “mar de gente” estava a Elidia Anatalia de Oliveira Mansur, que aos 86 anos realizou o sonho de conhecer o Maracanã e assistir a um jogo do time de coração.

Nascida em Bom Jardim, mas moradora de Cordeiro há 50 anos, a Dona Elidia falou sobre como foi a visita ao maior estádio brasileiro. “Senti muita emoção. As pessoas alegres, cantando, todos com a camisa do Fluminense, 50 mil pessoas, é muita gente, fiquei encantada” – disse Elidia, que foi assistir ao jogo acompanhada dos dois filhos, duas noras, duas netos e uma sobrinha.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Já sobre como surgiu a oportunidade de conhecer o Maraca ela conta que era um sonho antigo e que um dia, quando assistia a um jogo com um de seus filhos, ele disse que a levaria. “Sempre gostei muito de futebol, ainda mais quando era jogo do Fluminense, largava tudo para ouvir e acompanhar. Hoje gosto mais ainda” – relata. “Se Deus me permitir nos próximos jogos eu estarei lá presente” – complementa.

Foto viralizou
Uma foto da Dona Elidia (foto de capa da matéria) ao lado de uma neta e de uma prima dela, viralizou em grandes portais de notícias esportivos. No Instagram da Fox Sports a foto em que Elidia aparece sorrindo enquanto as duas mulheres seguram uma placa onde se lê “86 anos, 1ª vez do Maracanã! Cordeiro-RJ” teve mais de 88.500 curtidas, com a legenda “Nunca é só futebol”. “Não imaginava essa repercussão. Minha neta teve essa ideia, repercutiu da maneira que foi, o carinho que fui tratada, os jogadores entusiasmados, fiquei feliz” – conta a idosa. “Queria dizer por fim para que as pessoas corram atrás de seus sonhos, pois eu aos 86 anos realizei o meu” – finalizou.

VEJA MAIS

VEJA MAIS