Alunos e professores protestam contra fechamento de escola em Cambuci

fechamento-de-escola-em-cambuci-3Mais de 150 estudantes não sabem aonde irão terminar o ano letivo em Cambuci. Atualmente matriculados no Colégio Estadual Professor Manoel Gonçalves Ramos Junior, os alunos e professores foram pegos de surpresa nesta quinta-feira (17/11).

Ao tentarem fazer a renovação de matrículas os professores descobriram que a Unidade Administrativa (UA) do Colégio Estadual Professor Manoel Gonçalves Ramos Junior não existia mais. O colégio que possui 60 anos foi “extinto” sem que todos fossem avisados.

De acordo com os professores que procuraram a redação do SF Notícias, tudo começou quando a prefeitura pediu para municipalizar o CIEP 276 Ernesto Paiva. A prefeitura teria pedido também para a Secretaria de Estado de Educação, o espaço do prédio ocupado hoje pelo Colégio Manoel Gonçalves Ramos Junior. O pedido teria sido aceito pela Seeduc.

Agora, 200 alunos estão sem saber onde irão terminar o ano letivo. Os estudantes e professores estudam a possibilidade de ocuparem o prédio em forma de protesto. Uma manifestação deve ocorrer na manhã desta sexta-feira (17/11). O Secretário Municipal de Educação de Cambuci, Elio Martins, informou que não está ciente do caso. Nossa redação não conseguiu contato com a Secretaria de Estado de Educação até o momento.

VEJA MAIS

VEJA MAIS