Alerta vermelho: Inmet emite aviso de grande perigo para fortes chuvas em cidades da nossa região

O aviso abrange Aperibé, Cambuci, Cordeiro, Bom Jardim, São Fidélis, Itaocara, Pádua, Miracema, Madalena, São Sebastião do Alto, São Francisco de Itabapoana, entre outras cidades. Há risco de grandes alagamentos e transbordamentos de rios e grandes deslizamentos de encostas em cidades com tais áreas de risco

Novas áreas de instabilidades associadas a passagem de uma frente fria, a circulação de ventos em níveis médios da atmosfera e formação de uma nova ZCAS (Zona de Convergência do Atlântico Sul) ajudaram a reforçar a formação de nuvens carregadas sobre o estado do Rio. As instabilidades persistem no decorrer desse fim de semana. O sábado e o domingo serão marcados por tempo encoberto no estado do Rio de Janeiro e com chuva frequente, principalmente sobre a região da Costa Verde, no norte do Rio, Região do Lagos e por toda a faixa litorânea. Nestas áreas o risco para deslizamentos de terra em áreas vulneráveis e com solo acidentado e encharcado vão aumentando no decorrer dos dias. No Norte Fluminense, o volume de chuva será extremo e pode ultrapassar os 300mm até a próxima segunda-feira (10).

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um novo alerta para cidades da região. O alerta vermelho de grande perigo é para risco de chuva superior a 60 mm/h ou acima de 100 mm/dia. O Inmet alerta pra grande risco de grandes alagamentos e transbordamentos de rios e grandes deslizamentos de encostas em cidades com tais áreas de risco.

O aviso abrange Aperibé, Bom Jardim, Bom Jesus do Itabapoana, Cachoeiras de Macacu, Cambuci, Campos, Cantagalo, Cardoso Moreira, Cordeiro, Duas Barras, Italva, Itaocara, Itaperuna, Laje do Muriaé, Macaé, Macuco, Miracema, Natividade, Santa Maria Madalena, Santo Antônio de Pádua, São Fidélis, São Francisco de Itabapoana, São José de Ubá, São Sebastião do Alto, Trajano de Moraes, Varre-Sai, entre outras cidades.

VEJA MAIS

VEJA MAIS