quinta-feira , 24 setembro 2020

Alerj aprova aumento da contribuição previdenciária dos servidores Projeto aumenta taxa de 11% para 14% para servidores

Projeto aumenta taxa de 11% para 14% para servidores

Foto: G1

A crise financeira que o Estado do Rio de Janeiro vive devido os casos de desvio de dinheiro público e corrupção vai doer no bolso dos servidores. A Assembleia Legislativa do Estado (ALERJ) aprovou na tarde desta quarta-feira (24/05) o projeto de lei que aumenta a contribuição previdenciária de servidores de 11% para 14% a taxa de contribuição previdenciária de servidores ativos e inativos, além de pensionistas.

O projeto foi aprovado por 39 a 26 votos e deputados incluíram no texto uma emenda vinculando o início do desconto ao pagamento de todos os atrasados dos servidores, incluindo o 13º salário.  Com o projeto, a contribuição patronal subiu de 22% para 28%, de uma vez só, para todos os poderes. Tanto o aumento da contribuição previdenciária como o da patronal entram em vigor em 90 dias, para servidores que têm os salários e o 13º em dia.

Votaram a favor do aumento os deputados: Ana Paula Rechuan (PMDB), André Ceciliano (PT), André Corrêa (DEM), Aramis Brito (PHS), Átila Nunes (PMDB), Benedito Alves (PRB), Carlos Macedo (PRB), Chiquinho da Mangueira (PTN), Cidinha Campos (PDT), Coronel Jairo (PMDB), Danielle Guerreiro (PMDB), Dica (PTN), Dionísio Lins (PP), DR. Deodalto (DEM), Dr. Gotardo (PSL), Edson Albertassi (PMDB), Fábio Silva (PMDB), Fatinha (SDD), Figueiredo (PROD), Geraldo Moreira (PTN), Geraldo Pudim (PMDB), Gil Viana (PSB), Gustavo Tutuca (PMDB), Iranildo Campos (PSD), João Peixoto (PSDC), Jorge Picciani (PMDB), Luiz Martins (PDT), Marcos Abrahão (PT do B), Marcos Vinicius (PTB), Milton Rangel (DEM), Nivaldo Mulim (PR), Carlos Osorio (PSDB), Paulo Melo (PMDB), Rafael Picciani (PMDB), Renato Cozzolino (PR), Rosenverg Reis (PMDB), Tia Ju (PRB), Zé Luiz Anchite (PP) e Zito (PP)

Votaram contra: Bebeto (PDT), Bruno Dauaire (PR), Carlos Minc (sem partido), Comte Bittencourt (PPS), Dr. Julianelli (REDE), Eliomar Coelho (PSOL), Enfermeira Rejane (PC do B), Flávio Bolsonaro (PSC), Flavio Serafini (PSOL), Gilberto Palmares (PT), Jânio Mendes (PDT), Jorge Felippe Neto (DEM), Lucinha (PSDB), Luiz Paulo (PSDB), Marcelo Freixo (PSOL), Márcio Pacheco (PSC), Martha Rocha (PDT), Paulo Ramos (PSOL), Samuel Malafaia (DEM), Silas Bento (PSDB), Tio Carlos (SDD), Wagner Montes (PRB), Waldeck Carneiro (PT), Wanderson, Nogueira (PSOL), Zaqueu Teixeira (PDT) e Zeidan (PT).

Mais do SFn