Agressão e roubo a frentista em São Fidélis: delegado fala sobre prisões e investigação

Três dos cinco integrantes do grupo que praticou o roubo foram presos. Hospital informou que foi identificado um trauma no olho direito da vítima, com sangramento, e que foi feita uma sutura, e a princípio a córnea está preservada

Em uma ação rápida e conjunta, as polícias civil e militar identificaram e prenderam três integrantes do grupo que agrediu um frentista durante um roubo no final da noite desta quinta, em São Fidélis. Segundo o Delegado titular da 141ª DP, Dr. Rodrigo Maia, assim que a delegacia foi comunicada foram iniciadas diligências junto à Polícia Militar. “Foram identificados todos os autores e três foram presos em flagrante. Os autores foram ouvidos na delegacia, confirmaram o crime e revelaram detalhes de quem era quem no vídeo” – disse o delegado.

Tem Instagram ❓❓ Siga o SF Notícias no Insta > @sfnoticias

Ainda de acordo com o delegado, no vídeo é possível observar duas armas, sendo que uma era um simulacro, que foi apreendido. O celular da vítima e uma quantia em dinheiro foram recuperados. “Eles vão responder por roubo qualificado pelo concurso de pessoas e pelo emprego de arma de fogo. A Polícia Civil não vai tolerar esse tipo de crime na cidade. É um absurdo total, aquelas imagens revoltam qualquer um que assista aquele tipo de barbaridade” – destacou o delegado.

O delegado também disse que a população pode fazer denúncias através do WhatsApp da delegacia, através do número (22) 9.8831-8029.

Frentista foi agredido com chutes e coronhada
As imagens de uma câmera de segurança registraram o momento em que cinco homens chegam ao posto a pé, sendo que dois deles estão com armas. O grupo cerca o frentista, de 51 anos, que é agredido com chutes e uma coronhada no olho. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros com uma lesão no olho e encaminhada ao Hospital Armando Vidal, sendo transferida para o Hospital Ferreira Machado.

Em nota o Ferreira Machado informou que o paciente foi avaliado pela equipe de buco, Traumato-Ortopedia, pela cirurgia geral e neurologia. “Todos eles liberaram o paciente para avaliação do oftalmologista. Foi identificado um trauma no olho direito, com sangramento, foi feita uma sutura e a princípio a córnea está preservada” – diz a nota enviada pelo hospital. Até a tarde desta sexta o paciente permanecia no repouso do Pronto-Socorro, sendo observado pela equipe de oftalmologia. 

VEJA MAIS

VEJA MAIS