Agentes fiscalizam uso de máscaras pela população na Ponte Metálica e outros pontos de São Fidélis Uso de máscaras é obrigatório no município desde abril. Lei estadual, que determina obrigatoriedade no uso de máscaras em todos os municípios fluminenses, prevê advertências e até multa

Uso de máscaras é obrigatório no município desde abril. Lei estadual, que determina obrigatoriedade no uso de máscaras em todos os municípios fluminenses, prevê advertências e até multa

Fotos: Divulgação/ Secom

Há quase um mês foi sancionada pelo governador do Rio, Wilson Witzel a Lei 8859/20, que tornou o uso de máscaras de proteção contra o coronavírus obrigatório em todos os municípios fluminenses. Em São Fidélis, no Norte Fluminense, o uso de máscaras faciais para circulação de pessoas em vias, espaços e bens públicos, e transporte público ou privado de passageiros em todo território do município, é obrigatório desde 28 de abril, quando a determinação foi publicada em um decreto municipal. Entretanto, nem todos os moradores têm colaborado com esta medida de prevenção. Há aqueles que utilizam as máscaras de forma incorreta e até quem não faça uso da mesma para transitar pelas ruas. Visando orientar os moradores, agentes da Defesa Civil e Fiscalização de Postura iniciaram ontem (1º) uma ação de fiscalização. Eles estiveram na Ponte Metálica conscientizando quem estava no local sobre a obrigatoriedade do uso e alertando sobre possíveis sanções em caso de descumprimento, como multa a partir de R$ 106,65, prevista na lei estadual. (continua após a publicidade)

De acordo com a Defesa Civil, ontem, os moradores que estavam sem máscaras na Ponte receberam as orientações, e colocaram as mesmas. Nesta quinta-feira (02) os agentes estiveram no Centro do município, e nos próximos dias esse trabalho de fiscalização, do uso de máscaras pela população e também nos estabelecimentos, deve ser estendido a outros bairros e distritos. “Ressaltamos, a importância do uso da máscara e pedimos que fiquem em casa, e se precisar sair, não esquecer da mesma” – destacou o órgão. Em maio a Prefeitura realizou a distribuição de kits contendo uma máscara e uma unidade de álcool em gel. Foram adquiridos mais de 45 mil kits para que todos os moradores fossem atendidos.

Mais do SFn