Acusado de ferir ex-companheira com golpes de canivete em Cantagalo é preso em Friburgo

Vítima estaria acompanhada da filha quando foi abordada pelo suspeito; ela teria sido atingida por pelo menos três golpes de canivete

Foi preso nesta terça-feira (01/12) o homem acusado de ferir a ex-companheira com pelo menos três golpes de canivete em Cantagalo, na Região Serrana do Rio. Segundo informações da Polícia Militar, o homem, de 35 anos, foi preso na Rua José Pedro Ferreira, na Ponte da Saudade, em Nova Friburgo. Para ele havia um mandado de prisão temporária, e o mesmo já era considerado foragido da Justiça. Ainda de acordo com o 11º BPM, a prisão foi feita por policiais militares do serviço reservado, após um trabalho de inteligência. Ele estava na casa de parentes, e na hora da prisão, entregou aos policiais a arma usada no crime. O acusado foi levado para a 151ª Delegacia Legal de Nova Friburgo, de onde será encaminhado para o sistema prisional do estado.

O crime
Jéssica Marques, de 37 anos, foi ferida na noite da última sexta-feira (27/11). O crime aconteceu no distrito de Santa Rita da Floresta. Ela foi socorrida por uma ambulância do SAMU e encaminhada ao hospital do município, onde passou por cirurgia e permanece internada. A vítima trabalha e mora em Além Paraíba, município de Minas Gerais, e havia ido para o distrito de Cantagalo para visitar os filhos. Segundo a polícia, informações preliminares apontam que a vítima estava acompanhada da filha de 08 anos no momento da tentativa de feminicídio. Ainda segundo as primeiras informações, teria ocorrido uma discussão, já que a vítima estaria rompendo com o relacionamento, e durante essa discussão, ocorreu o crime.

A delegacia de Cantagalo, onde um inquérito foi instaurado, segue investigando o crime. Uma testemunha já foi ouvida. A polícia aguarda a liberação da vítima para que ela e sua filha possam prestar depoimento. Ao portal G1, um parente de Jéssica informou que ela também possui um filho de 15 anos, e que o menino não quer mais morar no distrito após o ocorrido. Ele informou também que a vítima era constantemente agredida pelo namorado, mas nunca registrou ocorrência.

VEJA MAIS

VEJA MAIS